Um Estudo sobre as Publicações de Investimentos em Meio Ambiente do Setor Empresarial com Base no Balanço Social

Júlio Luiz Cadete da Silva, José Luis Garcia Hermosilla, Ethel Cristina Chiari da Silva, Marcus C. Avezum Alves de Castro

Resumo


Nos últimos anos tem sido freqüente o interesse da sociedade em conhecer os investimentos das empresas em responsabilidade social e meio ambiente. Um desses exemplos pode ser observado ao se conhecer a carta empresarial para o desenvolvimento sustentável da Câmara de Comércio Internacional (CCI), divulgada em 1991, que sugere várias ações que as empresas devem tomar a fim de se prepararem para a nova realidade advinda das questões ambientais. Sendo assim, a preocupação com o meio ambiente, alardeada em todas as esferas da sociedade, deu espaço a dois temas de grande repercussão nos ambientes internos e externos das organizações: a responsabilidade social e a preocupação com o meio ambiente. Nesse contexto, a demonstração que pode fornecer aos stakeholders informações de natureza ambiental é o Balanço Social, que tem por objetivo demonstrar o resultado da interação da empresa com o meio. Diante dessa exposição, a pergunta que se faz é: apesar de todo o empenho da sociedade, pode-se dizer que as empresas vêm gradativamente ampliando seus investimentos relacionados ao meio ambiente? A justificativa desse tema se apóia no fato de as empresas utilizarem as aplicações em meio ambiente e responsabilidade social para fins mercadológicos; entretanto, os valores aplicados e seu verdadeiro comprometimento agregando essas informações às suas demonstrações financeiras só podem ser identificados por ocasião dessas publicações. O objetivo deste trabalho se concentrou em levantar o número de empresas que publicaram informações de natureza social e ambiental, em 2005 e 2006, por meio do Balanço Social e, em seguida, verificar o comportamento dos indicadores ambientais divulgados nos referidos balanços e relacionados à produção. O presente trabalho foi desenvolvido por meio de pesquisa descritiva e documental com base nas demonstrações financeiras publicadas em meios específicos. Em resposta à pergunta formulada, analisando o intervalo delimitado na pesquisa, observase que, apesar de existirem modelos minimamente adequados para que as empresas revelem seus verdadeiros interesses em relação ao desenvolvimento sustentável, não se pode dizer que as empresas estão ampliando seus investimentos relacionados à produção visando à sustentabilidade.

Palavras-chave


Meio Ambiente, Responsabilidade Social, Balanço Social.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2007.v11i2.179

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340