Revista Brasileira Multidisciplinar https://revistarebram.com/index.php/revistauniara <div id="journalDescription"><p>A<strong> Revista Brasileira Multidisciplinar – ReBraM</strong> é uma das publicações do Núcleo de Produções Científicas da Uniara. É um periódico criado em 1997 (na ocasião denominado “Revista Uniara”) e, que desde então, sofreu grande evolução com o objetivo de aumentar a visibilidade e abrangência nacional e internacional, além de tornar o processo de submissão e publicação mais eficiente.</p><p>Publica artigos inéditos das mais diversas áreas da ciência que apresentem resultados originais de pesquisa, trabalhos de revisão, de divulgação, comunicações breves, resenhas nos idiomas português, inglês e espanhol produzidos por pesquisadores e/ou professores, alunos de pós-graduação, vinculados a instituições de ensino superior e institutos de pesquisa nacionais e internacionais.</p><p>Com periodicidade quadrimestral, publicando cada uma de suas novas edições nos meses de Janeiro, Maio e Setembro, entretanto, o fluxo de recebimento de trabalhos é contínuo.</p><p>Todos os artigos submetidos à revista são submetidos à avaliação de consultores <em>ad hoc </em>com experiência na área do manuscrito.</p><p>Atualmente, este periódico está <strong>indexado nas seguintes bases de dados e buscadores:</strong> ; Base - Bielefeld Academic Search Engine (Approved); Latindex (Approved); Redib (Approved); OpenAire; PKP INDEX; Gale Cengage Learning; (Approved) ; Ebsco Host (Approved); DOAJ (Approved); Portal Periódicos CAPES/MEC (Approved); Sumários (Approved )Google Scholar; Funadesp; Redalyc (em avaliação); Dialnet (em avaliação); ErihPlus (em avaliação). Esses indexadores internacionais têm como objetivo promover a divulgação e visibilidade dos artigos publicados pela revista.</p><div> </div><div><p>Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos </p></div></div><div> <img src="/public/site/images/admuni2k/Marca-ABEC-Simples_10porcento.jpg" alt="" /></div><div> </div><div> </div><div><span>Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA) </span></div><div><span><br /></span></div><div><img src="/public/site/images/admuni2k/dora200pxcolor.jpg" alt="" /></div> Revista Brasileira Multidisciplinar pt-BR Revista Brasileira Multidisciplinar 1415-3580 <ul> <li>O(s) autor(es) autoriza(m) a publicação do artigo na revista;</li> </ul> <p><br />• O(s) autor(es) garante(m) que a contribuição é original e inédita e que não está em processo de avaliação em outra(s) revista(s);</p> <p><br />• A revista não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es);</p> <p><br />• É reservado aos editores o direito de proceder ajustes textuais e de adequação do artigo às normas da publicação.</p> <p> </p> <p>Autores concedem à ReBraM os direitos autorais, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <strong>Licença <em>Creative Commons Attribution</em>, </strong>que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</p> Estado da arte sobre sustentabilidade nas Instituições de Ensino Superior (IES) https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1197 <p>As Instituições de Ensino Superior (IES) têm ocupado um papel distinto na sociedade: elas estão predispostas a estar no pioneirismo da mudança social e a lidar com problemas.&nbsp;O objetivo deste trabalho foi identificar como a sustentabilidade tem sido desenvolvida nas IES ao redor do mundo, examinando a evolução da gestão nas questões ambientais e a promoção da mudança social. A metodologia utilizada foi análise de conteúdo, seguindo a abordagem de épocas para construir uma narrativa cronológica do desenvolvimento da sustentabilidade ao longo dos anos. Os resultados apresentaram três épocas do contexto global de sustentabilidade nas IES. A primeira abrangeu a fase da descoberta da sustentabilidade entre 1970 e 1990. A segunda época entre 1990 e 2010 compreendeu a fase da adaptação da sustentabilidade. Por fim, a terceira época iniciada em 2010 abarcou a implementação da sustentabilidade nas IES. Compreender o desenvolvimento da sustentabilidade nas IES durante esses anos foi essencial para identificar o estado da arte atual e mapear caminhos futuros na área.</p> Érika Pena Bedin Luiz Carlos de Faria Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 O compliance e a nova gestão pública como uma tentativa de prevenção e combate à corrupção https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1277 <p>Ao longo da história, notadamente após as guerras mundiais, foram testados modelos de administração pública, buscando-se cada vez mais eficiência, controle de gastos, transparência, responsabilidade e integridade. Ao mesmo tempo, escândalos de corrupção assolam as sociedades modernas, perplexas e desconfiadas. O <em>compliance </em>público, cujas bases foram tomadas de empréstimo da governança corporativa, surge como opção promissora para mitigar fraudes e irregularidades administrativas, moralizando o serviço público. Neste sentido, este trabalho tem por objetivo a análise, por meio da revisão bibliográfica, do <em>compliance </em>público, em especial seu alcance, indagando se os desafios de implantação podem ser superados. Passando pelos sistemas já utilizados, pelos principais elementos do <em>compliance </em>e, por fim, pela sua aplicação ao Direito Público, conclui-se, ao final do trabalho, que os resultados são promissores, sinalizando pela necessidade de profunda transformação cultural de todos os atores sociais.</p> Adriane Bandeira Pereira Augusto Martinez Perez Filho Ricardo Augusto Bonotto Barboza Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1277 Fatores de risco e proteção para a saúde mental na adolescência em cidades pequena https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1161 <p>A temática da proteção e risco para a saúde mental na adolescência tem ganhado cada vez mais relevância. A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) pontua que um em cada cinco adolescentes no mundo sofre com problemas relacionados à saúde mental. Considerando a determinação social da saúde, entende-se que características do local onde uma pessoa reside, como o porte do município, podem contribuir como um fator de risco ou proteção associado à saúde mental. Por isso, esta revisão objetiva identificar fatores de risco e proteção para a saúde mental na adolescência em cidades pequenas, que são maioria no Brasil. Os resultados foram sintetizados por meio de revisão integrativa. A pesquisa foi realizada no mês de julho de 2020 nas bases de dados Pubmed/ MEDLINE, SCOPUS, Web of Science, PsycINFO, LILACS, BDENF, IndexPsi e SciELO. Do total de 283 estudos encontrados, 20 foram selecionados para compor a presente revisão de literatura. Os fatores de risco e proteção identificados foram categorizados como antropométricos, sociodemográficos, familiares, escolares, interpessoais, individuais e comportamentais que, por fim, puderam ser agrupados em domínios chamados biológico, social e psicológico. Conhecer os fatores de risco e proteção para a saúde mental em um local e para um público específicos é de extrema relevância para o planejamento e execução de ações de promoção de saúde e proteção de agravos, especialmente no âmbito da saúde coletiva.</p> Larissa Lehmkuhl Aline Arakawa-Belaunde Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1161 Nível de conhecimento dos agricultores sobre os agrotóxicos e suas principais implicações a saúde https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/992 <p>A utilização de agrotóxicos é uma pratica bastante difundida em todo o mundo, que possibilitou a expansão do agronegócio nos últimos anos. A manipulação desses produtos químicos leva a diversas consequências, tanto para saúde humana quanto para os animais e o meio ambiente. Diante disso, o presente estudo objetiva expor o nível de conhecimento dos agricultores sobre agrotóxicos, além relacionar os principais produtos usados no Brasil e suas implicações a saúde do trabalhador rural. Para isso, foi realizado um estudo de revisão de literatura integrativa através das bases de dados: Google Scholar e Scielo, utilizando os descritores em Ciências da Saúde (decs): Agrotóxicos “<em>Pesticides”</em>, Conhecimento “<em>Knowledge”</em>, Exposição ocupacional “<em>Occupational exposure”</em>, Risco “<em>Risk” </em> e Saúde do trabalhador “<em>Worker's health”</em>, combinados pelo operador booleano “AND”. O período de publicações foi delimitado entre 2015 e abril de 2020, utilizando dados encontrados em artigos em português e inglês. Os agricultores demonstram um nível de conhecimento classificado como insatisfatório em relação ao uso adequado de agrotóxicos. Muitos destes possuem uma baixa escolaridade, que provavelmente, dificulta as recomendações e práticas de segurança, associados a outros fatores. Suas principais implicações à saúde estão relacionadas a alterações na respiração, dermatológicas, hormonais, neoplasias, síndrome colinérgica, problemas na condução de impulsos no Sistema Nervoso Central, dores de cabeça e outras. Por isso, surge a necessidade de capacitar esses agricultores e disseminar mais informações acerca desses produtos no meio rural, afim de proporcionar uma melhoria na saúde destes trabalhadores.</p> Irineu Ferreira da Silva Neto Isadora Ellen Feitoza Ricardino Annalu Moreira Aguiar Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.992 Andragogia e ensino profissionalizante: uma sinopse teórico-conceitual apoiada na revisão sistemática de literatura https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1060 <p>Enquanto a andragogia é a educação voltada para adultos, o ensino profissionalizante é a qualificação profissional do indivíduo como meio de acesso ao mercado de trabalho. Diante disso, este artigo objetiva apresentar uma sinopse teórico-conceitual apoiada em uma revisão sistemática de literatura dos artigos referentes à utilização da andragogia aplicada no ensino profissionalizante. Para tanto, a partir de uma pesquisa qualitativa e exploratória, realizou-se uma revisão sistemática na base de dados <em>Science Direct </em>dos artigos publicados entre 1999 e 2019. Os artigos encontrados foram submetidos à análise de conteúdo mediante uma mineração textual no <em>software Sobek</em>, processo que resultou em categorias <em>a posteriori</em>, de modo que as informações foram organizadas com o auxílio do <em>software Weft QDA </em>para codificação dos documentos. Os resultados evidenciaram a pouca quantidade de pesquisas existentes sobre os temas “Andragogia” e “Ensino Profissionalizante”, tendo sido obtidos apenas 55 documentos na base <em>Science Direct</em>, o que indica que o campo para investigações acerca dessas temáticas é promissor. Na análise dos artigos, identificou-se o conhecimento como o principal fator na andragogia aplicada ao ensino profissionalizante. Além disso, a análise efetuada resultou em um mapa conceitual com os termos “conhecimento”, “processo”, “ensino” e “social”, os quais são vistos como promotores da aprendizagem de adultos e de estudantes dos cursos ou dos treinamentos profissionalizantes. </p> Luis Fernando Moreira Eberson Cordeiro de Almeida Daniel Hank Miri Juliana Matte Cassiane Chais Paula Patrícia Ganzer Pelayo Munhoz Olea Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1060 Hematologia dos vertebrados: a série vermelha do sangue https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1160 <p>A hematologia compreende o estudo do sangue e seus componentes, tais como glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, plaquetas e plasma. Neste estudo foram indicadas as diferenças entre as estruturas dos glóbulos vermelhos dos vertebrados, como cada um desses grupos realiza as trocas gasosas e como ocorre o transporte de oxigênio. Destacou-se o papel do sangue, responsável pelo transporte de nutrientes, gases, como o oxigênio, e outros componentes, como a hemoglobina. O objetivo foi avaliar a importância do sangue e do transporte de oxigênio para os seres humanos e animais, assim como as diferenças na série vermelha do sangue nas classes de vertebrados, suas características hematológicas e o papel da hemoglobina no transporte de oxigênio. O estudo apontou que a respiração é um processo que consiste na absorção do oxigênio do ambiente e na eliminação do dióxido de carbono do organismo, resultante desse processo aeróbico. A absorção do oxigênio é essencial para todas as classes de animais e seu transporte se dá pela molécula de hemoglobina. Em mamíferos, incluindo o ser humano, os eritrócitos maduros não possuem núcleos, e são incapazes de se reproduzir, isso permite que a célula tenha espaço para armazenar hemoglobina e que os eritrócitos transportem mais oxigênio; já em aves, répteis, anfíbios e peixes os glóbulos vermelhos maduros possuem núcleo e por apresentarem um núcleo, essas células possuem uma característica fundamental, a capacidade de realizar mitose, o que diferencia os eritrócitos dos mamíferos.</p> Luis Gustavo Oliveira Gomes Jéssica Drielle Fodra Antonio Carlos Massabni Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 Helmintoses em aves (Gallus gallus) sob diferentes sistemas de produção https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1284 <p>Parasitoses em aves são problemas antigos, mas que ainda podem causar diversos impasses à produção avícola em seus diversos sistemas de criação. Assim, este trabalho objetivou avaliar a prevalência dos principais helmintos em galinhas sob diferentes sistemas de criação através de levantamento bibliográfico de 2011 a 2020. Em geral as helmintoses apresentaram uma prevalência de 63.1 % nos plantéis de aves, e o sistema de criação interfere na frequência de parasitoses, sendo notoriamente mais baixa para criações intensivas em detrimento a semi-intensiva e extensiva ou de quintal. Os nematódeos mais prevalentes foram <em>Heterakis gallinarum,</em> o <em>Ascaridia galli</em> e a <em>Capillaria</em> spp, com frequências variando conforme o sistema de produção, em que no sistema intensivo nematódeos que envolviam hospedeiros intermediários foram menos prevalentes, sendo o <em>A. galli</em> o mais frequente. Em relação aos cestódeos <em>Raillietina</em> spp., <em>Hymenolepis</em> sp. e <em>Choanotaenia infundibulum</em>, estes foram os mais prevalentes em ordem decrescente independente do sistema de produção adotado. Enquanto os trematódeos foram pouco reportados em estudos. Este estudo reforça os cuidados com as aves através da manutenção de um calendário de vermifugação, além de reforçar medidas de biosseguridade visando a quebra do ciclo dos parasitos.</p> Leandro Moreira de Castro Feitosa Plácido Washington Cabral Pinto Ênio Campos da Silva Lina Raquel Santos Araújo Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 Desempenho ocupacional de moradores de residências terapêuticas de um município Mineiro https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/968 <p>A residência terapêutica é uma das estratégias da reforma psiquiátrica para mudar a lógica de segregação. Ela recebe pessoas com transtornos mentais crônicos, que podem ter seu desempenho ocupacional comprometido. Objetiva-se analisar o desempenho ocupacional de moradores das residências terapêuticas de um município Mineiro; e avaliar como esses moradores percebem a própria saúde mental após a mudança para o Serviço Residencial Terapêutico. Trata-se de um estudo exploratório de natureza qualitativa. Participaram da pesquisa 22 moradores das residências terapêuticas. Os dados foram coletados nas dependências dos serviços por meio de uma entrevista e da Medida Canadense de Desempenho Ocupacional, sendo avaliados por meio de análise de conteúdo temático categorial. Foram consideradas as três categorias da Medida Canadense de Desempenho Ocupacional (autocuidado, produtividade e lazer) e estabelecidas outras duas categorias adicionais: participação social e percepção de saúde. Este estudo mostra que há prejuízo no desempenho ocupacional dos moradores, seja pelos anos de doença ou de internação, mas que eles valorizam muito a autonomia nas ocupações que ainda desempenham; e que aspectos ambientais contribuem positivamente para a percepção de saúde dessas pessoas.</p> Gabriela de Souza Roveda Ludimila Canário da Silva Barreto Andrea Ruzzi-Pereira Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.968 Avaliação do conhecimento enfermeiros atuantes em unidade de terapia intensiva sobre monitorização hemodinâmica https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/783 <p>O enfermeiro que trabalha em UTI deve dispor de conhecimento técnico-científico sobre monitorização hemodinâmica, pois é de sua responsabilidade garantir que os parâmetros monitorizados sejam fidedignos, e a partir destes avaliar criticamente o estado do doente. Este estudo teve como objetivo avaliar o conhecimento dos enfermeiros atuantes em UTI sobre monitorização hemodinâmica. Trata-se de um estudo transversal descritivo-exploratório de abordagem quantitativa, realizado em um hospital público de alta complexidade localizado na cidade de Caruaru/PE. Verificou-se que os enfermeiros se consideram aptos à realização de qualquer tipo de monitorização, sendo a não invasiva a mais utilizada. Foi apontado que seu principal uso é para fins diagnósticos, terapêuticos e prognósticos e que a monitorização precisa ser somada ao exame físico. Conclui-se que o conhecimento dos enfermeiros sobre monitorização hemodinâmica em UTI é satisfatório, apresentando acertos para a maioria dos itens avaliados quanto à aptidão, utilidade e sua associação com o exame físico.</p> João Victor Batista Cabral Willaine Balbino de Santana Silva Raphaelle Rodrigues Soares de Farias Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 Estudo estatístico sobre a concepção ecológica das pessoas acerca da importância das abelhas https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1079 <p>As abelhas são insetos importantes para o meio ambiente, conhecidas pelo seu papel na polinização. Surgiram no Cretáceo, possuem relação com o surgimento das primeiras plantas com flores e são essenciais para a produção de alimentos. Diante dessas informações, conhecer a percepção das pessoas quanto a importância ecológica desses invertebrados é fundamental para sua proteção e implementação de trabalhos de conscientização. Dessa forma objetivou-se avaliar a percepção das pessoas quanto a importância ecológica das abelhas. A pesquisa foi realizada por meio de um formulário do Google Forms, enviado aos participantes por meio de diferentes redes sociais. Foram entrevistadas 256 pessoas de ambos os sexos, com faixas etárias de 15 a 70 anos e diferentes escolaridades. Pessoas de ambos os sexos com idade entre 21 e 50 anos, com diferentes níveis de escolaridade, apresentaram maior entendimento sobre a importância das abelhas.</p> Gleycon Velozo-Silva Tatiana Oliveira Ramos Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-12-17 2021-12-17 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1079 Efeito de diferentes embalagens no armazenamento de doce em massa de araçá amarelo (Psidium cattleianum Sabine) adoçado com xilitol https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1055 <p>O estudo da estabilidade de novos produtos oriundos do processamento de frutas nativas subutilizadas é essencial para o desenvolvimento da indústria nacional. O objetivo foi avaliar o efeito de diferentes embalagens sobre a estabilidade físico-química de doce em massa de araçá amarelo adoçado com xilitol. A polpa de araçá foi avaliada quanto aos parâmetros físico-químicos de qualidade e seguiu para o processamento do doce. O doce foi elaborado com 60% de polpa, 40% de xilitol, 2% de pectina de Baixo Teor de Metoxilação e 0,12% de cloreto de cálcio, sendo acondicionado em quatro tipos de embalagens (polipropileno, vidro, filme PVC e filme PVC recoberto com alumínio). A estabilidade do doce foi avaliada, durante 90 dias de armazenamento a temperatura ambiente (27,5 ºC), sendo realizadas as análises de qualidade a cada 30 dias. O teor de água e sólidos totais do doce diferiram significativamente entre os tipos de embalagens para os tempos de 30, 60 e 90 dias. Assim, a migração da água para o ambiente ocorreu mais facilmente nos doces embalados em polipropileno, filme PVC recoberto com alumínio e filme PVC, devido as características físicas da matriz polimérica das embalagens plásticas. Para o pH, entre 30 e 90 dias de armazenamento apenas a embalagem de filme PVC recoberto com alumínio não apresentou-se estável. Infere-se que o doce em massa de araçá é um produto inovador, e que o armazenamento a temperatura ambiente em embalagem de vidro transparente com tampa metálica até 90 dias é o mais viável.</p> Francisco Diogenes Andrade Vieira Emanuel Neto Alves de Oliveira Tamis Alves Matias Alvaro Gustavo Ferreira da Silva Bruno Fonsêca Feitosa Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1055 Qualidade da couve crespa cultivada em sistema hidropônico utilizando biofertilizante por adubação foliar https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1253 <p>Este estudo visou avaliar as características agronômicas, físico-químicas e sensoriais da couve crespa cultivada em sistema hidropônico, com e sem fertilização foliar. Para as análises agronômicas, os seguintes parâmetros foram avaliados: os comprimentos do caule, folha, pecíolo, planta inteira e sistema radicular; diâmetro do caule, largura da folha; massa fresca do caule, folha, planta inteira e sistema radicular e número de folhas por planta. As análises físico-químicas realizadas foram: umidade das folhas e raiz, sólidos solúveis, pH, índice de clorofila e cor instrumental. Para a análise sensorial, foi aplicado o teste triangular para verificar uma possível diferença entre os tratamentos, com interpretação tabulada. Um teste de aceitação foi aplicado. Os dados das análises agronômicas e físico-químicas, aceitação e intenção de compra foram avaliados pela análise de variância e teste de Tukey (p≤0,05). Os tratamentos não diferiram estatisticamente quanto aos parâmetros agronômicos ou clorofila, sólidos solúveis e pH. A análise da cor instrumental demonstrou que as couves com fertilização foliar apresentaram menor luminosidade e menor intensidade da cor verde. Os avaliadores perceberam diferença entre os tratamentos. Porém, não houve diferenças na aceitação dos atributos sensoriais avaliados e nem na intenção de compra.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> <em>Brassica oleracea</em> L. var. acephala. Cor. Hidroponia. Fertilização. Aceitação.</p> José Maurício Pereira Rubismar Stolf Fernando César Sala José da Conceição Barbosa Silva Carolina Medeiros Vicentini-Polette Paula Porrelli Moreira da Silva Anaíle dos Mares Biazotto Marta Helena Fillet Spoto Marta Regina Verruma-Bernardi Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 Composição bromatológica de beterraba, capim elefante e farinha de peixe https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/888 <p>Os alimentos consumidos pelo homem e pelos animais devem conter informações de caracterização, monitoramento produtivo e padrões de legalização. Dentre as áreas com este foco a bromatologia ou ciência que estuda os alimentos, realiza análises da composição dos alimentos, gerando resultados aplicados pela indústria e afins. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo caracterizar a composição bromatológica de amostras de beterraba, capim elefante e farinha de peixe, além de detalhar os procedimentos e enquadrá-los com a literatura. Para tal, realizou-se a quantificação da composição bromatológica dos elementos: umidade e cinzas (obtidos em trabalhos complementares), extrato etéreo, proteína bruta e fibra em detergente neutro. Para o extrato etéreo realizou-se a extração por meio de éter em extrator Soxhlet. Para proteína bruta, realizou-se determinação indireta através da determinação de nitrogênio pelo método Kjeldahl. Por fim na determinação de fibra em detergente neutro, empregou-se procedimento com mesmo nome. Como resultados, todas as amostras foram determinadas e categorizadas em porcentagem em relação à matéria natural da amostra (considerando a umidade) e em relação à matéria seca da amostra (desconsiderando a umidade). Para todos os elementos e amostras os valores encontram-se dentro das faixas obtidas na literatura, com exceção da fibra em detergente neutro para farinha de peixe, que ficou acima do valor literário, devido à possível formação de incrustação durante a análise. Como considerações o estudo permitiu caracterizar as amostras, além de detalhar os procedimentos empregados para tal e discutir sua importância, demonstrando as aplicações destas informações no planejamento de atividades agroindustriais.</p> Bruno Marcos Nunes Cosmo Tatiani Mayara Galeriani Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.888 Efeito de substratos orgânicos no desenvolvimento vegetativo de brachiaria brizantha cv. Marandu https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1256 <p>A atividade agropecuária apresenta grande relevância nacional, principalmente frente ao manejo extensivo, balizado no uso de forrageiras, pelas quais ainda necessitam ser melhor estudadas do ponto de vista nutricional, principalmente no que condiz ao emprego de substratos orgânicos. O objetivo da pesquisa foi analisar o efeito de substratos orgânicos no desenvolvimento de <em>Brachiaria brizantha </em>cv. Marandu, sob condições de casa-de-vegetação. O experimento foi conduzido nas dependências da Fazenda Escola da Universidade de Araraquara (UNIARA), com os tratamentos relacionados ao Solo Padrão (100%) (T1), além deste adicionado de diferentes concentrações de substratos orgânicos: Solo padrão (80%) + Genesolo<sup>®</sup> (20%) (T2); Solo padrão (80%) + Esterco Bovino curtido (20%) (T3); Solo padrão (80%) + Cama de Frango curtida (20%) (T4); e Solo padrão (80%) + Terra Orgânica (10%) (T5). Para cada tratamento foram conduzidas cinco repetições, cada qual correspondente a um vaso de polietileno de 15L. O transplante de plântulas foi realizado entre 15-20 dias da emergência e, como parâmetros de análise, foram realizados três cortes, a 10 cm de altura da superfície do solo, conduzidos a cada 60 dias após transplantio, visando a coleta de material para avaliação do peso médio de matéria fresca e seca da parte aérea. Os substratos orgânicos melhoraram significativamente o desenvolvimento de plantas de <em>B. brizantha </em>cv. Marandu, com destaque ao uso da cama de frango e também do esterco bovino, principalmente quando relacionados até 120 dias do transplantio.</p> Antonio Wagner Pereira Lopes César Giordano Gêmero César Augusto Feliciano Vera Lucia Silveira Botta Ferrante Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1256 Perdas em colheita mecanizada de soja https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/940 <p>A colheita mecanizada constitui-se como uma das principais etapas do processo produtivo da soja, no entanto, quando é realizada de maneira incorreta ocasiona perdas significativas de grãos. Objetivou-se com esse trabalho avaliar as perdas na colheita mecanizada de soja sob diferentes velocidades de deslocamento da colhedora e teores de água dos grãos. O ensaio foi realizado durante o mês de fevereiro 2018 em fazenda produtora de grãos no município de Itapaci - GO. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x3, sendo três velocidades de colheita (4, 5 e 6 <u>km</u> h<sup>-1</sup>) e três teores de água dos grãos (13, 15 e 17%), com 6 repetições por tratamento, totalizando 54 parcelas espaçadas em 30 metros. Foram mensuradas as perdas naturais, perdas por deficiência na altura de corte, perdas na plataforma de corte, perdas nos mecanismos internos e perdas totais da colheita. O fator velocidade de colheita pouco influenciou a ocorrência de perdas nesse ensaio. A umidade dos grãos exerceu influência para a ocorrência de perdas durante a colheita mecanizada de soja, principalmente quando os grãos foram colhidos na umidade mais elevada. Com base nas condições estudadas, a colheita da soja pode ser realizada com a umidade de 15% e velocidade de 5 km h<sup>-1</sup>, proporcionando dessa forma, bom rendimento operacional e redução do tempo de permanência da cultura no campo.</p> Walter José Pereira Filho Ariel Muncio Compagnon Felipe José Barbosa Franco Rayan Fernandes Naves Luíla Macêdo Lemes Mateus Vieira de Jesus Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.940 Sistema de saneameno doméstico: eficácia do uso de fossa verde para o tratamento unifamiliar de esgoto https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/1219 <p>A universalização dos serviços de saneamento no Brasil torna-se um desafio para os administradores públicos, sobretudo em municípios de pequeno porte, devido à pouca disponibilidade de recursos financeiros. No município de Tomé-açu/PA, a maioria da população rural, em 2010, destinava seu esgoto sanitário de forma inadequada, como uso de fossas negras ou a céu aberto. Diante deste cenário, foi aplicado um questionário em uma comunidade rural deste município, visando caracterizar a situação do saneamento. Os resultados serviram de base para a viabilidade e implantação de um sistema fossa verde para tratar esgoto sanitário doméstico em duas residências. Os resultados demonstraram que os domicílios não possuem sistema de distribuição e tratamento de água. Toda água utilizada pelos moradores é proveniente de poços ou nascentes. Não existe coleta pública ou particular dos resíduos sólidos gerados, a alternativa utilizada é a queima. As condições de lançamento de efluentes são precárias, pois não possuem sistema de captação e tratamento de efluentes. O esgoto doméstico gerado nas pias e lavanderias é disposto a céu aberto. A fossa negra ainda é utilizada pela grande maioria dos munícipes. Tais condições, aliadas à ausência de ações de educação ambiental na comunidade, afetam a saúde principalmente das crianças. A implementação da fossa verde trouxe uma nova perspectiva para as famílias beneficiadas, pois é um sistema de baixo custo, fácil operação e manutenção e pode substituir o uso de fossas rudimentares. As análises das frutas oriundas das fossas estão dentro dos padrões estabelecidos pela legislação.</p> Soralene Cunha da Silva Valerie Sarpedonti Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-12-17 2021-12-17 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1219 Projeto de edificação baseada em princípios biomiméticos dos cupins do cerrado https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/890 <p>A biomimética compreende a busca por princípios desenvolvidos pelos seres vivos e mecanismos naturais para aplicação dentro das mais variadas atividades humanas. Pode-se dizer que essa recente ciência se encontra em processo de desenvolvimento dentro de diversas áreas de pesquisa. O estudo das habitações dos cupins e do processo de ventilação utilizado por esses insetos tem se mostrado uma alternativa altamente viável, conforme demonstram algumas construções desenvolvidas na África e Austrália. Diante disso, o presente trabalho envolveu a criação de um modelo de edificação bioinspirada, numa tentativa de aplicar os princípios encontrados na literatura, relativos ao formato da habitação e ao processo de autoarrefecimento utilizados por cupins da espécie <em>Cornitermes cumulans</em>, bastante comuns no cerrado brasileiro. Tal modelo inspirou-se no perfil e mecanismo de circulação de ar dos termiteiros dessa espécie, envolvendo a elaboração de um projeto tridimensional e de sua posterior renderização.</p> <p><strong> </strong></p> Antônio Marcos da Silva Oliveira Zulina Matoso da Costa Silva Lourdiane Gontijo das Mercês Gonzaga Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-09-01 2021-09-01 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.890 Controle de plantas daninhas avaliado visualmente e por imagens aéreas https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/977 <p>O emprego de aeronaves remotamente pilotadas (ARPs) para obtenção de imagens no campo tem crescido e pode auxiliar o manejo de plantas daninhas, contudo, os softwares para análise e processamento das imagens precisam ser testados sob diferentes condições para o desenvolvimento das rotinas e validação dos resultados. O objetivo deste trabalho foi correlacionar os resultados da metodologia de avaliação visual, com escala de notas, com os resultados do processamento de imagens com os softwares SisCob® e ImageJ®, na análise da ocorrência e eficácia de controle de plantas daninhas. As comparações foram feitas em dez áreas com diferentes níveis de infestação de plantas daninhas. A partir de uma área em pousio há quatro meses, submeteu-se a mesma a diferentes tratamentos de controle químico com herbicida glifosato, incluindo uma testemunha sem aplicação, variando taxa de aplicação (50, 90 e 150 L ha-1), adição de adjuvante e presença de pulverização eletrostática. Após 35 dias da aplicação do herbicida, cada uma das áreas foi avaliada visualmente, e paralelamente foi feito o sobrevoo com uma ARP para coleta das imagens aéreas e posterior processamento digital, usando os dois softwares para quantificação em percentagem do controle com o herbicida. Todas as correlações testadas (Pearson, Spearman e Kendall) foram significativas e positivas, indicando que o uso de ARPs para coleta de imagens e seu processamento através dos softwares demonstraram potencial como alternativa para a avaliação da infestação e controle de plantas daninhas, podendo substituir a avaliação visual com operador a campo, evitando a subjetividade e a morosidade.</p> Saulo Felipe Brockes Campos João Paulo Arantes Rodrigues da Cunha Ernane Miranda Lemes Copyright (c) 2021 Revista Brasileira Multidisciplinar https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2021-12-17 2021-12-17 24 3 10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.977