Incentivo à gestão ambiental em incubadoras de empresas: práticas e fatores condicionantes

Mônica Domingues Carvalho, Sergio Azevedo Fonseca, Helena Carvalho De Lorenzo, Larissa Camerlengo Dias Gomes, Geralda Cristina de Freitas Ramalheiro

Resumo


Este artigo aborda o potencial das incubadoras de empresas como indutoras de melhorias no desempenho ambiental dos empreendimentos incubados. Foi elaborado com base em pesquisa quantitativa realizada entre os anos de 2015 e 2016 junto à totalidade das incubadoras instaladas no Estado de São Paulo. Os resultados evidenciaram poucas práticas ambientais próativas sendo que o estabelecimento de regulamentos obrigatórios e a aplicação de penalidades decorrentes de infrações a normas internas são as principais práticas de gestão ambiental adotadas pelas incubadoras

Palavras-chave


Gestão ambiental; Incubadoras de empresas; Incentivos e práticas

Texto completo:

PDF

Referências


AHORN, M. R. A dimensão socioambiental das pequenas empresas no contexto da terceirização: fragilidades e alternativas. Dissertação (Mestrado em Gestão Integrada em Saúde e Meio Ambiente). Centro Universitário Senac – Santo Amaro, São Paulo, 2006.

ALMEIDA, M. R.; JABBOUR, C. J. C.; REBELATTO, D. A. N. Considerações sobre a interiorização da dimensão ambiental em uma pequena empresa agroindustrial. In: Simpósio Internacional em Gestão Ambiental, Saúde e Segurança do Trabalho. Anais..., 2005, São Paulo - SP.

BARBIERI, J. C. Technological Base Business Parks and Incubators. São Paulo, 2005.

BARROS, F. R. de. Pequena e Média Empresa e Política Econômica: Um desafio à mudança. Rio de Janeiro: APEC, 1978.

BORGES, M. S. Sustentabilidade ambiental nas pequenas empresas: implementação interativa de produção mais limpa (p+l). Estudo de uma empresa metalmecânica do ramo automotivo. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, Campinas, 2005.

CAMPOS, L. M. S. Sistemas de Gestão Ambiental para Pequenas Empresas: uma comparação entre as visões das grandes empresas certificadas, dos implementadores e das pequenas empresas. Anais...ENEO:2006.

CARDOSO, André Coímbra Felix et al. Incubadoras orientadas para o desenvolvimento sustentável: é possível? O caso do Centro de Incubação de Empresas de Tecnologia (Cietec). Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 2, n. 2, p. 69-87, 2008.

COSTA, I. M. A importância das incubadoras com enfoque ambiental na Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos: o caso da INCUBALIX/ES. Anais...Altec: 2013.

DEMAJOROVIC, J.; SANTIAGO, A., L. F. Responsabilidade socioambiental na micro e pequena empresa: práticas e desafios. Gestão.Org. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, n. 9. v. 2, pp. 254 - 281, maio/ago. 2011.

FIGUEIREDO, Veruschka Franca de. Produção mais limpa nas pequenas e micro empresas:elementos inibidores. Anais... XXIV Encontro Nac. de Eng. de Produção - Florianópolis, SC, Brasil, 03 a 05 de nov de 2004.

FONSECA, S. A. Modelo para a avaliação do desempenho e o apoio à gestão de incubadoras. 2010. Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara, 2010.

_______. Incubadoras como vetores para a promoção de tecnologias limpas em empreendimentos de pequeno porte: possibilidades e limites. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v.16, n.1, p.188–212, 2015.

FONSECA, S. A.; JABBOUR, C. J. C. Assessment of business incubators’ green performance: A framework and its application to Brazilian cases. Technovation, v.32, n.2, p.122–132, 2012.

FONSECA, S. A.; MARTINS, P. S. Gestão ambiental: uma súplica do planeta, um desafio para políticas públicas, incubadoras e pequenas empresas. Produção, v.20, n.4, 2010.

FONSECA, S. A.; SOUZA, S. B.; JABBOUR, C. J. C. Desafios e oportunidades das incubadoras de empresas para a incorporação de estratégias ambientais. O&S, v.17, n.53, p.331–344, 2010.

HERNÁNDEZ, R.; CARRÀ, G. A Conceptual Approach for Business Incubator Interdependencies and Sustainable Development. Agriculture and Agricultural Science Procedia, v.8, p.718–724, 2016.

HINZ, R. T. P.; VALENTINA, L. V. D.; FRANCO, A. C. (2007).

Monitorando o desempenho ambiental das organizações através da produção mais limpa ou pela avaliação do ciclo de vida. Revista Produção online, v.7, n.3, 2007.

IDROGO, A. A. C. Sistema Integrado de Gestão da Qualidade, Meio Ambiente e Saúde e Segurança no Trabalho – um modelo para a pequena empresa. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção). Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Florianópolis, 2003.

IRALDO, F.; TESTA, F.; FREY, M. Environmental Management System and SMEs: EU Experience, Barriers and Perspectives. Source: Environmental Management, Book edited by: Santosh Kumar Sarkar,.2010. 258 p.

LABIAK JÚNIOR, S. Habitat’s para um empreendedorismo sustentável: estudo de ferramentas para potencializar práticas inovativas. 2004. Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná, 2004.

LOPES, J. R. N. Desafios e alternativas para a gestão ambiental em pequenas empresas: uma análise do programa de qualificação de fornecedores da FIEB. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental e Urbana). Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2010.

PARKER, C. M.; REDMOND, J.; SIMPSON, M. A Review of Interventions to Encourage SMEs to Make Environmental Improvements. Environment and Planning C: Government and Policy, v.27, n.2, p.279–301, 2009.

RATINHO, T.; HENRIQUES, E. The role of science parks and business incubators in converging countries: Evidence from Portugal. Technovation, v.30, n.4, p.278–290, 2010.

RIUL, M. Diagnóstico e diretrizes para a gestão de aspectos sociais e ambientais no APL de móveis de João Pessoa - PB. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente). Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa-PB. 2010.

SACKS, E. W. Community Foundations Global Status Report 2003. WINGS – Worldwide Initiatives for Grantmaker Support, 2003.

SIMONS, M. O. Educação ambiental na empresa: mudando uma cultura. In: VILELA JUNIOR, A.; DEMOJOROVIC, J. (Orgs). Modelos e ferramentas de gestão ambiental: desafios e perspectivas para as organizações. São Paulo: Editora Senac, p. 199-218, 2006.

TILLEY, F. Small-Firm Environmental Strategy: The UK Experience. Greenleaf Publishing Ltd., 1999.

UNEP. Small and médium-sized enterprises and sustainability: facts na figures. UNEP Industryand Environment, 2003.




DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2019.v22i3.755

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340