Andragogia e ensino profissionalizante: uma sinopse teórico-conceitual apoiada na revisão sistemática de literatura

Main Article Content

Luis Fernando Moreira
Eberson Cordeiro de Almeida
Daniel Hank Miri
Juliana Matte
Cassiane Chais
Paula Patrícia Ganzer
Pelayo Munhoz Olea

Resumo

Enquanto a andragogia é a educação voltada para adultos, o ensino profissionalizante é a qualificação profissional do indivíduo como meio de acesso ao mercado de trabalho. Diante disso, este artigo objetiva apresentar uma sinopse teórico-conceitual apoiada em uma revisão sistemática de literatura dos artigos referentes à utilização da andragogia aplicada no ensino profissionalizante. Para tanto, a partir de uma pesquisa qualitativa e exploratória, realizou-se uma revisão sistemática na base de dados Science Direct dos artigos publicados entre 1999 e 2019. Os artigos encontrados foram submetidos à análise de conteúdo mediante uma mineração textual no software Sobek, processo que resultou em categorias a posteriori, de modo que as informações foram organizadas com o auxílio do software Weft QDA para codificação dos documentos. Os resultados evidenciaram a pouca quantidade de pesquisas existentes sobre os temas “Andragogia” e “Ensino Profissionalizante”, tendo sido obtidos apenas 55 documentos na base Science Direct, o que indica que o campo para investigações acerca dessas temáticas é promissor. Na análise dos artigos, identificou-se o conhecimento como o principal fator na andragogia aplicada ao ensino profissionalizante. Além disso, a análise efetuada resultou em um mapa conceitual com os termos “conhecimento”, “processo”, “ensino” e “social”, os quais são vistos como promotores da aprendizagem de adultos e de estudantes dos cursos ou dos treinamentos profissionalizantes.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Moreira, L. F., de Almeida, E. C., Miri, D. H., Matte, J., Chais, C., Ganzer, P. P., & Olea, P. M. (2021). Andragogia e ensino profissionalizante: uma sinopse teórico-conceitual apoiada na revisão sistemática de literatura. Revista Brasileira Multidisciplinar, 24(3). https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i3.1060
Seção
Artigos de Revisão
Biografia do Autor

Luis Fernando Moreira, Universidade de Caxias do Sul - UCS

Aluno do Doutorado em Administração, (2024) linha de Pesquisa Estratégias e Operações; Mestrado em Administração pela Universidade de Caxias do Sul, UCS, (2020), linha de pesquisa Inovação e Competitividade. Especialização Latu Senso em Docência no Ensino Superior pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI, (2019). Especialização Latu Senso em MBA em Gestão Estratégicas de Negócios pelo Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG, (2018). Voluntário de Iniciação Cientifica pelo Núcleo Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade pela UCS, (2017). Possui graduação em Engenharia de Produção pela Faculdade Anhanguera de Caxias do Sul (2016). Engenheiro de Produção CREA-RS 225713. Cadmax escola Técnica Profissionalizante professor do curso Técnico em Mecânica e Manufatura assistida por computador CAD/CAM, consultor independente em Engenharia de Produção nas áreas de ERP , MRP, Sistemas de Produção, Qualidade, Lean Manufacture, Gestão de Projetos, Custos Indústriais. Professor de cursos profissionalizante nas áreas de Usinagem, Qualidade, Informática, Produção, Custos Indústriais e Soldagem Mig/Mag, atuando desde 2012. Trabalho social voluntário como professor na casa Anjos Voluntários em Caxias do Sul onde trabalho questões de empreendedorismo com jovens de 14 a 17 anos. Trabalhou com projetos sociais como Adviser da área de produção em parceria com a Camâra de Indústria e Comercio de Caxias do Sul e a Junior Achievement (2017). https://orcid.org/0000-0002-9964-2649

Eberson Cordeiro de Almeida, Escola QI

Graduando em Terapias Integrativas e Complementares pela Unicesumar Caxias do Sul; Graduado em Administração pela Faculdade Anhanguera - Caxias do Sul (2015); MBA em Gestão de Pessoas pela Faculdade IDEAU ? Caxias do Sul (2016); Especialização em Docência do Ensino Superior pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI (2018), Especialização em Gestão e Educação Ambiental pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI (2019); Técnico em Segurança do Trabalho - EETCS (2002); Professor Nível Técnico na Escola QI; Diretor/Instrutor na Infinit Treinamentos. https://orcid.org/0000-0002-9252-9686 E-mail: eber.almeida@hotmail.com

 

Daniel Hank Miri, Universidade de Caxias do Sul - UCS

Mestre em Administração no Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA da Universidade de Caxias do Sul - UCS na linha de Inovação e Competitividade com bolsa PROSUC / CAPES Modalidade I. Minha dissertação de mestrado foi sobre gamificação, motivação e engajamento no trabalho por meio de um estudo qualitativo de múltiplos casos. Possui graduação em Administração pela Universidade de Caxias do Sul (2017) e formação no curso superior de curta duração em Gestão de Pessoas pela Universidade de Caxias do Sul (2010). Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração de Setores Específicos como produção, materiais e principalmente recursos humanos (atuação por 6 anos nesta área). Trabalhei em empresas dos setores moveleiro, metalúrgico e postos de serviços (mercadorias e conveniência). https://orcid.org/0000-0002-0765-6868

Juliana Matte, Universidade de Caxias do Sul - UCS

Doutoranda em Administração no Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA da Universidade de Caxias do Sul - UCS com bolsa FAPERGS / CAPES. Mestre em Administração no Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA da Universidade de Caxias do Sul - UCS. MBA em Gestão Comercial pela Fundação Getúlio Vargas - FGV. Graduada em Administração com ênfase em Marketing pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Integrante do Grupo de Pesquisa Núcleo de Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade - NIES. Tem experiência na gestão estratégica no varejo. Tem experiência no setor bancário. Tem interesse na docência para os cursos de Administração e Marketing.

Cassiane Chais, Universidade de Passo Fundo - UPF

Doutora em Administração com bolsa PROSUC / CAPES, pela Universidade de Caxias do Sul, com período de sanduíche no Tecnológico de Monterrey no México, com bolsa PDSE / CAPES. Mestre em Administração pela Universidade de Caxias do Sul, linha de pesquisa: Inovação e concorrência, com bolsa PROSUP / CAPES. Especialista em Gestão Secretariado pela Universidade de Passo Fundo. Possui graduação em Secretariado Executivo pela Universidade de Passo Fundo, com bolsa PROUNI.

Paula Patrícia Ganzer, Faculdade CNEC - Farroupilha

FORMAÇÃO: Pós-Doutora em Administração pela Universidade de Caxias do Sul, UCS, Brasil. Doutorado em Administração pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil e pela Universidade de Caxias do Sul, UCS, Brasil (2017). Mestrado em Administração pela Universidade de Caxias do Sul, UCS, Brasil (2013). Graduação em Administração pelo Centro de Ensino Superior Cenecista de Farroupilha, CESF, Brasil (2010). Atuou como Bolsista de Iniciação Científica Voluntária junto ao Programa de Pós-Graduação em Administração, PPGA/UCS, no Projeto de Pesquisa Caracterização e Análise das Inovações no Setor da Saúde de Caxias do Sul (2010). Atuou como professora convidada no MBA em Inteligência de Mercado na FSG Centro Universitário da Serra Gaúcha (2017). PRODUÇÃO CIENTÍFICA: 100 artigos publicados em periódicos (revistas nacionais e internacionais). 113 artigos publicados em anais de eventos e 18 capítulos de livros publicados. 57 participações em eventos, congressos, exposições e feiras como apresentadora de trabalhos e ouvinte. PARTICIPAÇÃO EM BANCAS: 72 participações em Bancas, sendo: 64 em Graduação, 08 de Mestrado, 01 de Doutorado. OUTRAS INFORMAÇÕES: Associada ao CRA RS - Conselho Regional de Administração do Estado do Rio Grande do Sul, à AANERGS - Associação dos Administradores da Região Nordeste do Rio Grande do Sul. ATUAÇÃO ACADÊMICA: Autora de artigos publicados em revistas nacionais e internacionais, capítulos de livros, artigos publicados em eventos científicos, no Brasil e no exterior nas áreas de Inovação e Empreendedorismo. Atua no Grupo de Pesquisa NIES - Núcleo de Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Caxias do Sul. Avaliadora de artigos científicos em periódicos nacionais e eventos nacionais e internacionais. ATUAÇÃO PROFISSIONAL: Atuou como Coordenadora dos Cursos de Graduação em Administração, Tecnologia em Processos Gerenciais e Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos na Faculdade CNEC Farroupilha, Coordenadora Acadêmica da Empresa Júnior. Atua como Professora Visitante de Administração no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio Grande do Sul - Campus Caxias do Sul. Atua nas áreas de Empreendedorismo, Inovação, Gestão do Conhecimento e Inovatividade Organizacional em diversos setores econômicos com destaque no setor têxtil.

Pelayo Munhoz Olea, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Pós-Doutorado em Gestão Ambiental pela Universidad de Extremadura, UEX, Espanha. Doutorado em Administração e Direção de Empresas pela Universitat Politècnica de Catalunya, ETSEIB/UPC, Espanha. Mestrado em Engenharia de Fabricação de Papel pela Universitat Politècnica de Catalunya, ETSEIAT/UPC, Espanha. Graduação em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUC/RS e Graduação em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUC/RS.

Referências

BARBOSA, E. F.; MOURA, D. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. Boletim Técnico Senac, v. 39, n. 2, p. 48-67, 2013.

BARDIN L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016

BRASIL. Decreto n° 7.566, de 23 de setembro de 1909. Crêa nos capitães dos Estados da Republica Escolas de Aprendizes Artífices, para o ensino profissional primário e gratuito. Brasília, DF, 23 set. 1909.

CANALI, H. A trajetória da educação profissional no Brasil e os desafios da construção de um ensino médio integrado à educação profissional. V Simpósio Sobre Trabalho e Educação, 2009. Disponível em: http://www.uepg.br/formped/disciplinas/PoliticaEducacional/CANALI.pdf. Acesso em: 28, nov, 2019.

CARVALHO, J. A.; ARAÚJO, J. E. N. R.; ALVES, F. A. Andragogia: a forma adequada de aprendizagem para o adulto. Cadernos UniFOA, v. 3, n. 1, p. 19, 2019.

CAVALCANTI, R. de A.; GAYO, M. A. F. S. Andragogia na educação universitária. Revista Conceitos, v. 11, 2005.

CHENG, B. et al. Acceptance of competency-based workplace e-learning systems: Effects of individual and peer learning support. Computers & Education, v. 57, n. 1, p. 1317-1333, 2011.

CHEUNG, N. F. et al. Proposed continuing professional education programme for midwives in China: New mothers' and midwives' views. Nurse education today, v. 31, n. 5, p. 434-438, 2011.

COCQUYT, C. et al., Examining the Role of Learning Support in Blended Learning for Adults' Social Inclusion and Social Capital. Computers & Education. v. 142, p. 1-19. 2019

COLLIS, J. HUSSEY, R. Pesquisa em administração: um guia prático para alunos de

graduação e pós-graduação. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

CRAWFORD, S. R. Andragogy Malcolm Knowles. 2004. Disponível em: http://academic.regis.edu/ed205/Knowles.pdf. Acesso em: 08 de dez. de 2019.

CROSSAN, M. M.; APAYDIN, M. A. Multi-Dimensional Framework of Organizational Innovation: A Systematic Review of the Literature. Journal of Management Studies, v. 47, n. 6, p. 1154-1191, 2010.

COOPER, D. SCHINDLER, P. Métodos de Pesquisa em Administração. 12. ed. São Paulo: Saraiva, 2016.

COZMA, Mihaela. The challenge of teaching English to adult learners in today’s world. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 197, p. 1209-1214, 2015.

CHUA, J. H.; JAMIL, H. Factors influencing the Technological Pedagogical Content Knowledge (TPACK) among TVET instructors in Malaysian TVET institution. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 69, p. 1539-1547, 2012.

FENTON, A. Weft QDA User´s Manual, 2006. Disponível em: <http://www.pressure.to/qda/doc/weft_manual-en.pdf>. Acesso em: 29, nov, 2019.

FERRAZ, et al. Contratos de Aprendizagem: Princípios andragógicos e ferramenta de gestão da aprendizagem. In. ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO-ENANPAD, 28. 2004, Salvador. Anais..., Salvador: ANPAD, 2004.

JESSON, J.; MATHESON, L.; LACEY, F. M. Doing your literature review traditional and systematic techniques. Sage: California, 2011

KOLB, D. On management and the learning process. Working paper Sloan School of Management, Cambridge, p. 70, 1973.

LAU, Kung Wong; LEE, Pui Yuen; CHUNG, Yan Yi. A collective organizational learning model for organizational development. Leadership & Organization Development Journal, v. 40 n. 1, p. 107-123, 2019.

LOPES, M. C. R; MOREL, C. M. Processos de Aprendizagem de Adultos na Educação Profissional em Saúde. Revista Trabalho, Educação e Saúde. v. 17, n. 1, p. 1-16, 2019.

LEDO, M. V. OLIVA, B. F. Andragogia. Revista Cubana de Educación Médica Superior. v.17 n.4, 2003.

MACEDO, A., et al. Using Text-Mining to Support the Evaluation of Texts Produced Collaboratively. Educa-tion and Technology for a Better World; Selected papers of the 9th. World Conference on Computers in Education. [s.n.], 2009.

KNOWLES, M. S. et al. The modern practice of adult education, 1980.

MARTINEZ, M. A. Secondary socialization of andragogical content knowledge: What are the forces at work in an oil and gas safety training conference? Safety science, v. 85, p. 220-229, 2016.

MENDES, et al. Andragogia na ead, métodos e didática do ensino superior: novo lidar com o aprendizado do adulto, 2012. Disponível em: <http://www.abed.org.br/congresso2012/anais/218c.pdf>. Acesso em: 29 nov. 2019.

NA, S.; SEOK, Y.; SEONG, H. The diversity of students in Korean junior colleges and implications for education. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 7, p. 156-163, 2010.

NAFUKHO, Fredrick Muyia et al. Predicting workplace transfer of learning. European Journal of training and Development, v. 41, n. 4, p. 327-353, 2017.

NGAMKAJONVIWAT, A. et al. Instructional system design for worker education in multicultural and knowledge-based society. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 174, p. 2355-2360, 2015.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

RICKS JR, J. M.; WILLIAMS, J. A.; WEEKS, W. A. Sales trainer roles, competencies, skills, and behaviors: A case study. Industrial Marketing Management, v. 37, n. 5, p. 593-609, 2008.

SALLEH, K. M. et al. Competency of adult learners in learning: application of the iceberg competency model. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 204, n. 5-6, p. 326-334, 2015.

SAMOILĂ, M. E. Semantic Relationships in Adult Education. Romanian Conceptualisations. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 142, p. 542-547, 2014.

SOKOLOVA, M.; MOHELSKA, H. Why adults return to school?. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 171, p. 1060-1064, 2015.

PETERLE, V. et al. Educação médica-Interdisciplinaridade á Luz da Andragogia. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, v. 5, n. 1, p. 137-155, 2014.

VYGOTSKY, L. S. Mind in society: The development of higher psychological processes. Cambridge: Harvard University Press, 1979.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.