Potencial da Cerejeira na Fitoextração de Sais

Main Article Content

Roberta Santos Souza
Cristiane Ramos Vieira
Oscarlina Lúcia dos Santos Weber
José Fernando Scaramuzza

Resumo

Este trabalho teve por objetivo avaliar a tolerância ao estresse salino por meio da caracterização da influência da salinidade no desenvolvimento vegetativo, concentração e distribuição dos nutrientes em mudas de Amburana acreana ((Ducke) A. C. Smith). O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e dezesseis repetições. As mudas foram produzidas no substrato Plantmax® e ao atingirem 15 cm de altura foram transplantadas para tubos de PVC preenchidos com areia. Em seguida, foram submetidas à solução nutritiva completa para adaptação durante 15 dias, com renovação da solução a cada cinco dias. Após o período, foram submetidas aos tratamentos completo, completo + 5 mL de NaCl, completo + 15 mL de NaCl, completo + 20 NaCl e completo + 35 mL e de NaCl. Após 90 dias, verificou-se altura, diâmetro de colo e, os sintomas de toxidez. As mudas foram secas em estufa, pesadas e, moídas para posterior análise dos macro e micronutrientes. Concluiu-se que
o crescimento das mudas foi limitado pelo aumento da salinidade, que também afetou negativamente as concentrações de N, K, Ca, Mg, Fe, Mn e Zn e dificultou a distribuição de P e de K para a parte aérea das mudas de A. acreana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Souza, R. S., Vieira, C. R., Weber, O. L. dos S., & Scaramuzza, J. F. (2015). Potencial da Cerejeira na Fitoextração de Sais. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 18(1), 165-178. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2015.v18i1.346
Seção
Artigos Originais

Referências

CARVALHO, P. E. R. Espécies florestais brasileiras: recomendações silviculturais, potencialidades e uso da madeira. Embrapa - CNPF/

SPI. Colombo: 1994. 640p.

CARVALHO, P. E. R. Cerejeira-da-amazônia: Amburana acreana. Embrapa Colombo: PR, 2007. 6p. (Circular Técnica nº 134)

COSTA, D. M. A. Impactos do estresse salino e da cobertura morta nas características químicas do solo e no desenvolvimento do amaranto. 2007. 124f. Tese (Doutorado em Engenharia Química)

- Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.

DEVITT, D. A.; BOWMAN, D. C.; SCHULTE, P. J. Response of Cynodon dactylon to prolonged water deficits under saline conditions. Plant and Soil, Dordrecht, v. 148, n. 2, p. 239-251, jan., 1993.

DICKSON, A.; LEAF, A. L.; HOSNER, J. F. Quality appraisal of white spruce and white pine seedlings stock in nurseries. The Forestry

Chronicle, v. 36, n. 1, p. 10-13, mar., 1960.

ESSA, T. A. Effect of salinity stress on growth and nutrient composition of three soybean (Glicine max L. Merrill) cultivars. Journal of Agronomy Crop Science, v. 188, n. 2, p. 86-93, apr., 2008.

FERNANDES, A. R.; CARVALHO, J. G.; CURI, N.; PINTO, J. E. B. P.; GUIMARÃES, P. T. G. Nutrição mineral de mudas de pupunheira

sob diferentes níveis de salinidade. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 37, n.11, p. 1613-1619, nov., 2002.

FERREIRA, P. A.; GARCIA, G. O.; NEVES, J. C. L.; MIRANDA, G. V.; SANTOS, D. B. Produção relativa do milho e teores folheares de nitrogênio, fósforo, enxofre e cloro em função da salinidade do solo. Ciência Agronômica, v. 38, n. 1, p. 7-16, 2007.

FREIRE, A. L. O.; RODRIGUES, T. J. D. A. salinidade do solo e seus reflexos no crescimento, nodulação e teores de N, K e Na em leucena (Leucaena leucocephala (Lam.) De Vit.). Engenharia Ambiental, v.6, n.2, p.163-173, mai/ago, 2009.

FREIRE, A. L. O.; SOUSA FILHO, G. M.; MIRANDA, J. R. P.; SOUTO, P. C.; ARAÚJO, L. V. C. Crescimento e nutrição mineral do nim

(Azadirachta indica A. Juss.) e cinamono (Melia azedarach Linn.) submetidos à salinidade. Ciência Florestal, v.20, n.2, p.207-215, abr./jun., 2010.

FREITAS, R. M. O.; NOGUEIRA, N. W.; OLIVEIRA, F. N.; COSTA, E. M.; RIBEIRO, M. C. C. Efeito da irrigação com água salina na

emergência e crescimento inicial de plântulas de Jucá. Revista Caatinga, v. 23, n. 3, p. 54-58, jul./ set., 2010.

GARCIA, G. O.; MARTINS FILHO, S.; REIS, E. F.; MORAES, W. B.; NAZÁRIO, A. A. Alterações químicas de dois solos irrigados com água salina. Revista Ciência Agronômica, v. 39, n. 1, p. 7-18, Jna./mar., 2008.

GARG, V. K. Interaction of tree crop with sodic soil environment: Potential for rehabilitation of degraded environments. Land Degradation & Development, v. 9, n. 1, p. 81-93, jan./febr., 1998.

GARG, V. K. Leguminous trees for rehabilitation of sodic wasteland in northern India. Restoration Ecology, v. 7, n. 3, p. 281-287, sept., 1999.

GHEYI, H. R.. Problemas de salinidade na agricultura irrigada. In: OLIVEIRA, T, ASSIS JR., R.N. ROMERO, R. E.; SILVA, J. R. C. Agricultura, sustentabilidade e o semi-árido. Viçosa: SBCS, 2000, p. 329-345.

GONÇALVES, J. L. M; SANTARELLI, E. G; MORAES NETO, S. P; MANARA, M. P. Produção de mudas de espécies nativas: substrato, nutrição, sombreamento e fertilização. In: GONÇALVES, J. L. M.; BENEDETTI, V. Nutrição e fertilização florestal. Piracicaba: IPEF, 2000. cap. 11, p. 309- 350.

GRATTAN, S. R.; GRIEVE, C. M. Salinitymineral nutrient relations in horticultural crops. Scientia Horticulturae, v. 78, n. 1-4, p. 127-157,

nov., 1999.

JEFFREY, W. D.; IZQUIERDO, J. Frijol: fisiología del potencial del rendimento y la tolerancia al estresé. Santiago: FAO, 1989. 91p.

LARCHER, W. Ecofisiologia Vegetal. São Carlos: Rima, 2000. 531p.

MALAVOLTA, E. Elementos de nutrição mineral de plantas. São Paulo: CERES, 1980. 251p.

MALAVOLTA, E.; VITTI, G. C.; OLIVEIRA, A. S. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. Piracicaba: POTAFOS. 1989. 201p.

MALAVOLTA, E.; VITTI, G. C.; OLIVEIRA, S.A. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. 2.ed. Piracicaba: POTAFOS, 1997. 319p.

MARTINS, C. P. Cultivo hidropônico de bananeiras (Musa sp.) submetidas ao estresse salino: aspectos fisiológicos e bioquímicos. 2007. 48f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba, 2007.

MIRANDA, J. R. P.; CARVALHO, J. G.; FERNANDES, A. R.; PAIVA, H. N. Produção de massa seca e acúmulo de nutrientes e Na por plantas de moringa (Moringa oleifera Lam.) cultivadas em solução nutritiva com diferentes níveis de NaCl. Revista Ciência Agrária, n. 47, p. 187-198, jan./ jun., 2007.

MEURER, E. J. Fundamentos de química do solo. Porto Alegre: EVANGRAF, 2006. 285p.

MILLS, H. A.; JONES JUNIOR, J. B. Plant analysis handbook II. 2nd ed. Athens: Micro- Macro, 1996. 422p.

MISHRA, A.; SHARMA, S. D.; KHAN, G. H. Improvement in physical and chemical properties of sodic soil by 3, 6 and 9 years old plantations of Eucalyptus tereticornis: Bio rejuvenation of sodic

soil. Forest Ecology and Management, v. 184, n. 1-3, p. 115-124, oct., 2003.

NERY, A. R.; RODRIGUES, L. N.; SILVA, M. B. R.; FERNANDES, P. D.; CHAVES, L. H. G.; DANTAS NETO, J.; GHEYI, H. R. Crescimento

do pinhão-manso irrigado com águas salinas em ambiente protegido. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 13, n. 5, p. 551–558, set./out., 2009.

NOGUEIRA, N. W.; LIMA, J. S. S.; FREITAS, R. M. O.; RIBEIRO, M. C. C.; LEAL, C. C. P.;

PINTO, J. R. S. Efeito da salinidade na emergência e crescimento inicial de plântulas de flamboyant. Revista Brasileira de Sementes, v. 34, n. 3, p. 466- 472, 2012.

QADIR, M.; STEFFENS, D.; YAN, F.; SCHUBERT, S. Sodium removal from a calcareous saline-sodic soil through leaching and plant uptake during phytoremediation. Land Degradation and Development, v. 14, n. 3, p. 301-307, may/jun., 2003.

QADIR, M.; OSTER, J. D.; SCHUBERT, S.; NOBLE, A. D.; SAHRAWAT, K. L. Phytoremediation of sodic and saline-sodic soils.

Advance in Agronomy, n. 96, p. 197-247, 2007.

ROMEIRO, S.; LAGÔA, A. M. M. A.; FURLANI, P. R.; ABREU, C. A.; PEREIRA, B. F. F. Absorção de chumbo e potencial de fitorremediação de Canavalia ensiformes L. Bragantia, v. 66, n. 2,

p. 327-334, 2007.

SANTOS, R. V. Correção de um solo salinosódico e absorção de nutrientes pelo feijoeiro (Vigna unguiculata (L.) WALD). 1995. 120f.

Tese (Doutorado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba, 1995.

SARRUGE, J. R. Soluções nutritivas. Summa Phytopathologica, v. 1, n. 3, p. 231-233, 1975.

SHANNON, M. C.; CRIEVE, C. M.; FRANCOIS,L. E. Whole Plant Response to Salinity. In: WILKIMAN, R. E. Plant Environment

Interactions. New York: Marcel Dekker, 1994. p.199-244.

SILVA, F. A. M.; MELLONI, R.; MIRANDA, J. R. P.; CARVALHO, J. G. Efeito do estresse salino sobre a nutrição mineral e o crescimento de mudas de aroeira (Myracrodruon urundeuva) cultivadas em solução nutritiva. Cerne, v. 6, n. 1, p. 52-59, 2000.

SILVA, M. B. R.; BATISTA, R. C.; LIMA, V. L. A.; BARBOSA, E. M.; BARBOSA, M. F. N. Crescimento de plantas jovens da espécie florestal favela (Cnidosculus phyllacanthus Pax & K. Hoffm.) em diferentes níveis de salinidade da água. Revista de Biologia e Ciências da Terra, v.5, n.2, sp., jul./dez., 2005.

SILVA, M. B. R.; VIÉGAS, R. A.; DANTAS NETO, J.; FARIAS, S. A. R. Estresse salino em plantas da espécie florestal sabiá. Caminhos de

Geografia, v. 10, n. 30, p. 120-127, jun., 2009.

SINGH, G.; SINGH, T.; BHOJVAID, P. P. Amelioration of sodic soils by tree for wheat and oat production. Land Degradation & Development, v. 9, n. 5, p. 453-462, sept./oct., 1998.

SOUZA, R. S. Potencial de espécies florestais nativas na fitoextração de sais. 2013. 63f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais) - Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2013.

SU, N.; BETHUNE, M.; MANN, L.; HEUPERMAN, A. Simulating water and salt movement in tile drained fields irrigated with saline water under a Serial Biological Concentration Management Scenario. Agricultural Water Management, v. 78, n. 3, p. 165-180, dec., 2005.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. 3.ed. Porto Alegre: ARTMED, 2004. 719p.

TOBE, K.; LI, X.; OMASA, K. Seed germination and radicle growth of a halophyte, Kalidium capsicum (Chenopodiaceae). Annals of Botany, v. 85, n. 3, p. 391-396, 2000.

VAN HOORN, J. W.; KATERJI, N.; HAMDY, A.; MASTRORILLI, M. Effect of salinity on yield and nitrogen uptake of four legumes and

on biological nitrogen contribution from the soil. Agricultural Water Management, v. 51, n. 2, p. 87-98, oct., 2001.

VIEIRA, D. B. As técnicas de irrigação. São Paulo: Globo, 1989. 283p.