Revisão estruturada de literatura: Scamper método de geração de ideias

Main Article Content

Danielly Nunes de Carvalho
Felipe Louro Figueira
Alvaro Guillermo Rojas Lezana
João Artur de Souza

Resumo

Ideias inovadoras são exigidas para solucionar problemas complexos, sendo necessários pensamento e habilidade criativa na geração de ideais resolutivas. Esta pesquisa tem como o objetivo identificar a utilização da técnica criativa SCAMPER na geração de ideias e levantar as principais características dos artigos científicos já publicados no tema. Por meio de uma revisão estruturada de literatura com base no método SYSMAP.  Dispondo de 15 artigos que compõem o Portfólio Bibliográfico (PB) para análise bibliométrica e de conteúdo. Verificou-se que o conjunto de obras analisadas foi escrito por 41 autores e coautores, publicado em 14 periódicos, 33 palavras-chave no período de 1988 a 2017 em 13 países. Como também, há concentração de autores que estudam aplicação da técnica para fomentar habilidades criativas de resolução de problemas. O SCAMPER é particularmente uma técnica que possibilita um olhar distinto do habitual e, pode ser usada para redefinir um processo ou produto. Concluiu-se que o SCAMPER é uma das ferramentas mais completas para estimular o pensamento criativo, explorar a capacidade de questionar-se e até mesmo de se adaptar às situações existentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Nunes de Carvalho, D., Louro Figueira, F., Rojas Lezana, A. G., & de Souza, J. A. (2018). Revisão estruturada de literatura: Scamper método de geração de ideias. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 21(3), 6-29. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2018.v21i3.561
Seção
Artigos de Revisão
Biografia do Autor

Danielly Nunes de Carvalho, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Bolsista CNPQ atuando no Laboratório de Empreendedorismo e Inovação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestranda em Engenharia de Produção na UFSC. Possui graduação em Engenharia de Produção Civil pela UFSC (2016). Estagiou como analista de Gestão no Núcleo de Gestão e Qualidade do Laboratório Bridge – CTC – UFSC. Realizou intercâmbio acadêmico de um ano através do programa CAPES-BRAFITEC 2013.1 no Institut National des Sciences Appliquées (INSA) em Rouen (França) e estágio na empresa automobilista Renault (França). Foi bolsista de iniciação cientifica Pibiq-CNPQ por dois anos no Laboratório de Gestão e Avaliação Ambiental (LGAA) e atuou na Empresa Júnior de Engenharia de Produção (EJEP) por um ano e meio como Diretora de Recursos Humanos.

Felipe Louro Figueira, UFSC

Graduado em Engenharia de Produção pela Universidade Gama Filho (2013), possui certificação Prince2 em Gerenciamento de Projetos. Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Processos, Gerenciamento de Projetos, Qualidade, atuando nos seguintes temas: controle estatístico de processo, lean six sigma, mapeamento de processos, estudos de capacidade e estratégia para melhoria de operações.

Alvaro Guillermo Rojas Lezana, UFSC

Engenheiro Químico – Universidad Católica de Valparaiso Chile (1979), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1982) e doutorado em Ingeniería Industrial – Universidad Politécnica de Madrid (1995). Atualmente é professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Empreendedorismo, Inovação, Educação Continuada e Mestrado a distância. Líder do Grupo de Pesquisa em Empreendedorismo e Inovação da UFSC. Atuou em diversas funções na administração universitária e consultoria.  Atualmente ocupa a Direção Geral do Gabinete do Reitor da UFSC.

João Artur de Souza, UFSC

Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999) e Pós-doutorado pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000). Graduação em Matemática (Licenciatura) pela Universidade Federal de Santa Catarina (1989), Mestrado em Matemática e Computação Científica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1993), Graduação em Direito pelo Universidade do Sul Catarinense (UNISUL).Trabalhou na Universidade Federal de Pelotas de 1993 a 2007 como professor na área de Matemática, atuando também em Educação a Distância. Enquanto professor da Universidade Federal de Pelotas foi coordenador do Curso de Matemática a Distância, trabalhando com ambiente virtual de aprendizagem, preparação de material didático, e objetos de aprendizagem. Atualmente é Professor da Universidade Federal de Santa Catarina do Departamento de Engenharia do Conhecimento líder do Grupo de Pesquisa IGTI e membro do Grupo ENGIN - Engenharia da Integração e Governança do Conhecimento. Na graduação tem trabalhado com disciplinas das áreas de Métodos Quantitativos de Pesquisa, Gestão da Inovação, Lógica Matemática e Técnicas da Engenharia do Conhecimento. Na pós-graduação tem atuado como professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC na área de Engenharia do Conhecimento. Atuando nas áreas de pesquisa: Gestão da Tecnologia da Informação, Educação a distância, Inovação, Gestão da Inovação e Inteligência para Inovação. Tem experiência na área inteligência artificial, mais especificamente: Redes neurais, conjuntos difusos e Algoritmos genéticos.