Autopercepção de Saúde Bucal de Idosos Institucionalizados e não Institucionalizados do Município de Araraquara-SP

Main Article Content

Paula Isabela Sônego
Regis Incerpi Porfírio
Cristina Magnani Felício
Patricia Aleixo Dos Santos Domingos

Resumo

O estudo avaliou a autopercepção de saúde bucal de idosos institucionalizados e não institucionalizados do município de Araraquara/SP. Foram selecionados 40 moradores da Instituição de Longa Permanência (ILP) e 40 frequentadores de um Grupo da terceira idade (SESI), com faixa etária entre 60 e 95 anos, de ambos os sexos. Os participantes foram questionados sobre suas condições sociodemográficas, submetidos à avaliação cognitiva por meio do Mini Exame do Estado Mental (MEEM) e posteriormente, avaliados quanto à autopercepção de saúde bucal com o Geriatric Oral Health Assessment Index (GOHAI). Os dados foram analisados descritivamente. Os resultados mostraram que prevaleceu o gênero feminino, com idade entre 70 e 79 anos, a maioria analfabeta ou com ensino fundamental incompleto, 50% moravam com companheiro e 25% sozinhos ou com a família. Encontrou-se condição de normalidade tanto para o grupo não institucionalizado como institucionalizado (65,0% e 87,5%, respectivamente) na avaliação cognitiva. Para o GOHAI, 85% no SESI e 92,5% na ILP não sentiam desconforto ao engolir alimentos. Quanto à satisfação com dentes e próteses, 72,5% do grupo da ILP consideram-se parcialmente felizes ou descontente. Na avaliação clínica, houve queixa frequente de sensação de boca seca; 85% do SESI utilizavam prótese, das quais 62,5% eram satisfatórias; na ILP, 72,5% usavam próteses, das quais 22,5% apresentaram desgaste excessivo. Dessa forma, conclui-se que a autopercepção de saúde bucal dos idosos institucionalizados e não institucionalizados é baixa, o que sugere o planejamento de ações de educação e prevenção em saúde bucal das principais doenças que acometem esses indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Sônego, P. I., Porfírio, R. I., Felício, C. M., & Santos Domingos, P. A. D. (2013). Autopercepção de Saúde Bucal de Idosos Institucionalizados e não Institucionalizados do Município de Araraquara-SP. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 16(2), 37-53. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2013.v16i2.62
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Paula Isabela Sônego, Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Cirurgiã-dentista formada pelo Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Regis Incerpi Porfírio, Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Cirurgiã-dentista formada pelo Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Cristina Magnani Felício, Universitário de Araraquara – UNIARA.

Professora Doutora da disciplina de Estágio Supervisionado do Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Patricia Aleixo Dos Santos Domingos, Universitário de Araraquara – UNIARA.

Professora Doutora da disciplina de Odontologia em Saúde Coletiva do Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)