Mapeamento dos Estudos em Biodiversidade Realizados na Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos Tietê-Jacaré (SP)

Denilson Teixeira, Beatriz Buda Fuller, Daniel Jadyr Leite Costa

Resumo


O Estado de São Paulo, assim como vários outros Estados brasileiros, sofreu intenso processo de devastação de seu patrimônio natural, acarretando a perda de cerca de 80% de sua vegetação nativa, com consequências em sua fauna associada. O objetivo principal da pesquisa foi realizar um levantamento de dados e informações sobre estudos científicos, concluídos ou em desenvolvimento, relacionados ao tema biodiversidade na região da UGRHI – Tietê-Jacaré (SP). Para tanto, realizaram-se consultas nas bases de dados do Programa Biota-Fapesp, do Ministério do Meio Ambiente, da Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo e em sites municipais. Dentre os resultados obtidos, cabe destacar o mapeamento das instituições de pesquisa e os grupos taxonômicos estudados, além de dados quantitativos sobre a vegetação natural remanescente e um inventário das Unidades de Conservação e outras áreas especialmente protegidas existentes na UGRHI. A integração dos dados e informações contidos neste trabalho podem estimular as parcerias entre os governos municipais, o Comitê de Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré e as instituições acadêmicas na elaboração e efetivação de políticas públicas de conservação e preservação da biodiversidade.

Palavras-chave


Biodiversidade; Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos; Políticas públicas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2009.v12i2.162

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340