Desenvolvimento Social,Democracia e Culturas Criminosas na Região de Fronteira: O Caso de Coronel Sapucaia (Brasil) e Capitan Bado (Paraguai)

Aparecido Francisco dos Reis, Elvis Patrick Moraga Silveira, Josemar Campos Maciel

Resumo


Este artigo examina as relações entre o desenvolvimento social, a democracia e as culturas ligadas à violência na região de fronteira entre o Brasil e o Paraguai. O tema é abordado de maneira compreensiva, pois se acredita que esses elementos interagem não apenas localmente, mas também em escalas nacionais e mundiais ainda não muito bem delineadas. No caso analisado, é possível identificar alguns tipos de culturas criminosas desde a violência doméstica, passando pelo narcotráfico e por suas relações com o Estado de Direito, demonstrando que as fronteiras entre o ilegal e o legal no estágio atual do jogo democrático constituem formas contemporâneas de entendimento das relações entre as redes sociais criminosas e o Estado-Nação.

Palavras-chave


Violência, Cultura, Redes Sociais, Estado-Nação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2006.v10i2.254

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340