Cultura Empresarial e Reestruturação Produtiva na Indústria Brasileira: O Caso da Lupo S/A

Main Article Content

Helena Carvalho de Lorenzo
Ângela Cristina Ribeiro Caíres

Resumo

Fundada em 1921, a empresa atualmente denominada Lupo S/A é das mais antigas das indústrias do setor têxtil e confecções da Brasil. Neste artigo se busca traçar as linhas gerais da trajetória da empresa familiar, hoje voltada para a produção de meias, lingeries e artigos esportivos. O foco do artigo está na análise de algumas estratégias utilizadas pela empresa ao longo de seu processo de formação e desenvolvimento e, em particular, a forma como essas estratégias possibilitaram a reestruturação produtiva associada à superação de forte crise iniciada no final dos anos 80 e começo dos 90, possibilitando sua consolidação recente na indústria de confecções. A hipótese norteadora do estudo é de que a forte cultura organizacional que se foi formando e se consolidando desde sua fundação, restabelecida na gestão mais recente, foi o fator responsável pelos avanços capazes de gerar um ambiente de inovação tanto em produtos quanto em processos e gestão. A reflexão teórica selecionada para subsidiar a construção cognitiva do estudo da empresa está apoiada na abordagem histórica sobre o desenvolvimento da indústria têxtil no Brasil e em estudos sobre importância da ação do empreendedor, no papel da cultura organizacional e da inovação para a escolha das estratégias em empresas. A pesquisa realizada envolveu a análise de documentos e dados da empresa, além de entrevistas com diretores e funcionários. Os resultados mostram um modelo tradicional da empresa, mas também a presença de uma dinâmica empresarial muito avançada. O mundo moderno – conhecido como modelo industrial fordista – já podia ser percebido na empresa quando este padrão de produção ainda não estava claramente definido na indústria brasileira. Atualmente, a empresa enfrenta o desafio da globalização e da competição aberta no mercado internacional, que traz a concorrência das maiores e melhores empresas globalizadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Lorenzo, H. C. de, & Caíres, Ângela C. R. (2010). Cultura Empresarial e Reestruturação Produtiva na Indústria Brasileira: O Caso da Lupo S/A. Revista Brasileira Multidisciplinar - ReBraM, 13(1), 73-92. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2010.v13i1.127
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Helena Carvalho de Lorenzo, Centro Universitário de Araraquara – Uniara.

Docente e pesquisadora do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente.

Ângela Cristina Ribeiro Caíres, FCL/Unesp-Araraquara/SP.

Faculdades Integradas-Jaú/SP e Faculdades do Interior Paulista-Barra Bonita/SP. Doutora em Sociologia.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)