Dislexia do desenvolvimento e desafios da prática pedagógica

Main Article Content

Sidney Lopes Sanchez Júnior
Marília Bazan Blanco

Resumo

: O objetivo dessa pesquisa é tecer considerações a respeito da dislexia do desenvolvimento e mostrar o quão importante esse conhecimento é para os professores que trabalham com crianças na idade escolar, contribuindo para que os mesmos possam pensar em estratégias de intervenção para minimizar a dificuldade de aprendizagem do processo de leitura e escrita. Ler e escrever é um processo linguístico que insere o indivíduo ao mundo do conhecimento. A dislexia caracteriza-se pelo transtorno específico na aprendizagem destas habilidades, que segundo o DSM-V, implica em um rendimento escolar abaixo do esperado para idade cronológica, ao potencial intelectual e à escolaridade deste indivíduo. O professor que conhece os processos cerebrais que envolvem a leitura e a escrita, os utilizam como ferramentas para planejar sua ação pedagógica de forma explorar os sentidos da criança para que a aprendizagem aconteça. Mesmo que não haja consenso sobre as causas e definições de dislexia, o déficit na consciência fonológica vem sendo um dos principais fatores associados que necessitam de intervenção para que haja o desenvolvimento dessas habilidades. Ressaltamos que quanto mais cedo obtivermos um diagnóstico e uma intervenção conjunta por parte dos profissionais, maiores são as chances de sucesso e sanar as dificuldades da criança sem muitos traumas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Júnior, S. L. S., & Bazan Blanco, M. . (2020). Dislexia do desenvolvimento e desafios da prática pedagógica. Revista Brasileira Multidisciplinar, 23(3). https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2020.v23i3.786
Seção
Artigo de Divulgação
Biografia do Autor

Marília Bazan Blanco, Universidade Estadual do Norte do Paraná Campus Cornélio Procópio

Centro de Ciências Humanas e da Educação
Programa de Pós-Graduação em Ensino- PPGEN -Universidade Estadual do Norte do Paraná Campus Cornélio Procópio

Referências

BRYANT, P.E., MACLEAN, M., BRADLEY, L., CROSSLAND, J. Rhymeandalliteration, phonemdetection, andlearningtoread. DevelopmentalPsychology, v. 26, n. 3, p. 429-438, 1990

CAPELLINI, S.A. Eficácia do programa de remediação fonológica em escolares com distúrbio específico de leitura e distúrbio de aprendizagem. 2001. 295p. Tese (Doutorado em Ciências Médicas), Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas.

CAPOVILLA, F. C. Problemas de Aquisição de Leitura e Escrita. In: SAMPAIO, Simaia; BRAGA, Ivana de Freitas. Transtornos e dificuldades de aprendizagem: entendendo melhor os alunos com necessidades educativas especiais, Rio de Janeiro, Wok Editora, 2011.

DEUSCHLE, V.P. CECHELLA, C. O Déficit em Consciência Fonológica e sua relação com a dislexia: Diagnóstico e intervenção. Rev. CEFAC. V 11, p. 194 -200, 2009.

DSM-IV: manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 4 ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

ELLIS, A. W. Leitura, escrita e dislexia: uma análise cognitiva. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

KUJALA, T.,MYLLYVIITA, K., TERVANIEMI, M., ALHO, K., KALLIO, J., NAATANEN, R. Basic auditorydysfunction in dyslexia as demostratedbybrainactivitymeasurements. Psychology, v. 37, p.262-266, 2000.

KUJALA, T., KARMA, K., CEPONIENE, R., BELITZ, S., TURKKILLA, P., TERVANIEMI, M., NAATANEN, R. Plastic neural changesandreadingimprovementcausedby audiovisual training in readin-impairedchildren. PNAS, v. 98, n. 18, p. 10509-10514, ago, 2001.

KUJALA, T., LOVIO, R., LEPISTO, T., LAANSONEN, M., NAATANEN, R. Evaluationofmulti-attributeauditorydiscrimination in dyslexiawiththemismatchnegativity. ClinicalNeurophysiology, n. 117, p. 885-893, 2006.

LAMEIRA, H. Algumas palavras acerca da dislexia.<http://daquepensar.com/2012/12/algumas-palavras-acerca-da-dislexia/> acesso em: 09 de ag. 2017.

GIACHETI, C. M; CAPPELINE, S. A. Distúrbios de aprendizagem: avaliação e programas de remediação. São Paulo: Frontis, 2000.7

ROTTA, N. T.; PEDROSO, F. S. Transtornos da linguagem escrita: Dislexia. In: Transtornos da aprendizagem. Uma abordagem neurobiológica e multidisciplinar. 2° ed. Artimed. Porto Alegre, 2016.

SNOWLING, M. J. Phonologicalprocessinganddevelopmentaldyslexia. J.Res. Read. V.18, p. 132-138, 1995.

SNOWLING, M. Dyslexia as a phonologicaldeficit: evidenceandimplications. ChildPsychology&PsichiatryReview, v. 3, n. 1, 1998.

OHLWEILER, L. Introdução aos transtornos da aprendizagem. In: Transtornos da aprendizagem. Uma abordagem neurobiológica e multidisciplinar. 2° ed. Artimed. Porto Alegre, 2016.

TALLAL, P. The scienceofliteracy: fromlaboratorytotheclassroom. PNAS, v. 97, n. 6, p. 2402–2404, 2000.

TELES. P. Dislexia: Como Identificar? Como intervir? Revista Portuguesa de Clínica Geral – Dez. 2004.

TALOCHA, E. F. C. F.; Neurociência e processamento da leitura e escrita no cérebro do disléxico. Universidade Cândido Mendes. Pós Graduação Latu Sensu. AVM Faculdade Integrada. (Especialização em Neurociência Pedagógica). f. 60, Rio de Janeiro, 2014.

TEMPLE, E., POLDRACK, R. A., PROTOPAPAS, S., NAGARAJAN, S., SALZ, T., TALLAL, P., MERZENICH, M.M, GABRIELI, J. D. Disruptionof neural response torapadacousticstimuli in dislexia: evidencefromfunctionalMRI. ProcNatl. Acad. Sci USA, v. 97, n. 25, p. 13907-13912, dec. 2000.

TEMPLE, E., DEUTSCH, G.K., POLDRACK, R.A., MILLER, S., TALLAL, P., MERZENICH, M.M, GABRIELI, J.D.E. Neural deficits in childrenwithdyslexiaamelioratedbybehavioralremediation: evidencefromfunctionalMRI. PNAS, v. 100, n. 5, p. 2860-2865, mar, 2003.