Envelhecimento ósseo e capacidade funcional de tabagistas

Main Article Content

Anselmo Cordeiro de Souza
NOEMI PEREIRA DOS SANTOS
Izabel Maria de Oliveira
Monica Karla Vojta Miranda
MIRIAN DIAS MOREIRA E SILVA
Natalice Oliveira Cerqueira
Sabrina Clares de Almeida
Elias Ferreira Porto

Resumo

OBJETIVO: Avaliar o conteúdo e densidade mineral óssea relacionada a capacidade funcional de tabagistas. MÉTODO:  Trata-se de estudo transversal, de métodos e procedimentos próprios da pesquisa epidemiológica descritiva e de abordagem quantitativa. A pesquisa realizou-se em um Centro de Referência em Reabilitação e Assistência à Saúde no município de São Paulo. Aplicou-se um questionário sociodemográfico e fatores relacionados, o instrumento Fagerström de avaliação da dependência nicotínica e o teste de caminhada de seis minutos para avaliação da capacidade funcional. Realizou-se Absortometria Radiológica de Raio X de Dupla Energia – de coluna lombar, colo do fêmur e fêmur total. RESULTADOS: Avaliaram-se 24 tabagistas com idade entre 45 e 75 anos, de ambos os sexos, idade média de 58,6±5,9 anos, Índice de Massa Corporal médio de 26,7±3,4, a maioria do sexo feminino 16 (66%). Grau de dependência nicotínica prevalente baixa. Houve ainda significante associação entre massa óssea e capacidade funcional entre mulheres tabagistas. CONCLUSÃO: Houve significante associação entre massa óssea e capacidade funcional entre tabagistas do sexo feminino. Torna-se desejável os prestadores de cuidados de saúde no contexto clínico da reabilitação, empregar sistemas que assegurem abordar outras comorbidades coocorrentes, tais como o tabagismo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Souza, A. C. de, SANTOS, N. P. D., Oliveira, I. M. de, Miranda, M. K. V., SILVA, M. D. M. E., Cerqueira, N. O., Almeida, S. C. de, & Porto, E. F. (2021). Envelhecimento ósseo e capacidade funcional de tabagistas. Revista Brasileira Multidisciplinar, 24(1). https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2021.v24i1.918
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Anselmo Cordeiro de Souza, Centro Universitário Adventista de São Paulo - UNASP.

Mestre em Promoção da Saúde pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo. Graduando em Educação Fisica e Pedagogo.

NOEMI PEREIRA DOS SANTOS, Faculdade Venda Nova do Imigrante - FAVENI.

Fisioterapeuta.

Izabel Maria de Oliveira, Faculdade Adventista da Bahia - FADBA.

Fisioterapeuta pela Faculdade Adventista da Bahia.

Monica Karla Vojta Miranda, Universidade Estadual do Pará - UEPA

Mestre em Promoção da Saúde pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo.

MIRIAN DIAS MOREIRA E SILVA, Hospital Adventista de São Paulo - HASP.

Médica. Mestre em Promoção da Saúde pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo.

Natalice Oliveira Cerqueira, Centro Universitário Adventista de São Paulo.

Enfermeira. Mestre em Promoção da Saúde pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo.

Sabrina Clares de Almeida, Centro Universitário Adventista de São Paulo.

Mestre em Promoção da Saúde pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo.

Elias Ferreira Porto, Centro Universitário Adventista de São Paulo.

Fisioterapeuta e Engenheiro. Doutor em Ciências da Saúde pela UNIFESP.

Referências

BORTOLUZZI, M. C.; KEHRIG, R. T.; LOGUERCIO, A. D.; TRAEBERT, J. L. Prevalência e perfil dos usuários de tabaco de população adulta em cidade do Sul do Brasil (Joaçaba, SC). Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, n. 3, p. 1953-1959, 2011.

BAZOTTI, A.; FINOKIET, M.; CONTI, I. L.; FRANÇA, M. T. A.; WAQUIL, P. D. Tabagismo e pobreza no Brasil: uma análise do perfil da população tabagista a partir da POF 2008-2009. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, p. 45-52, 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde. Vigitel Brasil 2016: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico : estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2016. Brasília: Ministério da Saúde, 2017.

BRITTO R. R.; SOUSA, L. A. P. Teste de caminhada de seis minutos – uma normatização brasileira. Fisioterapia em Movimento, Curitiba, v.19, n.4, p. 49-54, Out-Dez., 2006.

BUTTROS, D. D. A. B.; NAHAS-NETO, J.; NAHAS, E. A. P.; CANGUSSU, L. M.; BARRAL, A. B. C. R.; KAWAKAMI, M. S. Fatores de risco para osteoporose em mulheres na pós-menopausa do sudeste brasileiro. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 33, n. 6, p. 295-302, 2011.

CAMPOS, T. S. Perfil de tabagistas no Centro Hiperdia Minas–Juiz de Fora. Juiz de Fora, 2014. 101f. Dissertação (Mestrado em Saúde) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2014.

CARAM, L. M. D. O.; FERRARI, R.; TANNI, S. E.; COELHO, L. S.; GODOY, I. D.; MARTIN, R. D. S.; GODOY, I. D. Perfil de fumantes atendidos em serviço público para tratamento do tabagismo. Jornal Brasileiro de Pneumologia, São Paulo , v. 35, n. 10, p. 980-985, out. 2009.

CLARKE, B. Normal bone anatomy and physiology. Clinical journal of the American Society of Nephrology, v. 3, n. sup. 3, p. S131-S139, 2008.

CAMARA, F. M.; GEREZ, A. G.; MIRANDA, M. L. J.; VELARDI, M. Capacidade funcional do idoso: formas de avaliação e tendências. Acta fisiátrica, v. 15, n. 4, p. 249-262, 2008.

CURTIS, E.; LITWIC, A.; COOPER, C.; DENNISON, E. Determinants of muscle and bone aging. Journal of cellular physiology, v. 230, n. 11, p. 2618-2625, 2016 (2015).

DALY, R. M. Exercise and nutritional approaches to prevent frail bones, falls and fractures: an update. Climacteric, v. 20, n. 2, p. 119-124, 2017.

FERREIRA, P. L.; QUINTAL, C.; LOPES, I.; TAVEIRA, N. Teste de dependência à nicotina: validação linguística e psicométrica do teste de Fagerström. Revista Portuguesa de Saúde Pública. v. 27, n. 2, p. 37-56, 2009.

FIELD, A. Discovering statistics using IBM SPSS statistics. Sage publications, 2013.

KUMPEL, C.; CASTRO, A. A. M.; FREITAS, T. R.; SOUZA, J. S.; PORTO, E. F. Aspectos sociais relacionados ao tabagismo em idosos assistidos pelo Programa de Saúde da Família. Revista Kairós: Gerontologia, v. 17, n. 3, p. 183-199, 2014.

LAZARETTI-CASTRO, Marise. Por que medir densidade mineral óssea em crianças e adolescentes? J. Pediatr., v. 80, n. 6, p. 439-440, Dez. 2004.

LAW, M. R.; HACKSHAW, A. K. A meta-analysis of cigarette smoking, bone mineral density and risk of hip fracture: recognition of a major effect. BMJ, v. 315, n. 10, p. 841-846, 1997.

MENESES-GAYA, I. C. D.; ZUARDI, A. W.; LOUREIRO, S. R.; CRIPPA, J. A. D. S. Psychometric properties of the Fagerström test for nicotine dependence. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 35, n. 1, p. 73-82, 2009.

OMS. ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Classificação Estatística Internacional de Doenças. São Paulo: EDUSP, 2008.

OLIVEIRA, R. M.; SANTOS, J. L. F.; FUREGATO, A. R. F. Perfil sociodemográfico de tabagistas internados em enfermaria psiquiátrica de hospital geral. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 67, n. 3, 2014.

PINTO, M. T.; PICHON-RIVIERE, A.; BARDACH, A. Estimativa da carga do tabagismo no Brasil: mortalidade, morbidade e custos. Cadernos de Saúde Pública, v. 31, n. 6, p. 1283-1297, 2015.

RAISZ, L. G. Pathogenesis of osteoporosis: concepts, conflicts, and prospects. The Journal of clinical investigation, v. 115, n. 12, p. 3318-3325, 2005.

SANTOS, V. R.; CHRISTOFARO, D. G. D.; GOMES, I. C.; CODOGNO, J. S.; SANTOS, L. L.; JÚNIOR, I. F. F. Associação entre massa óssea e capacidade funcional de idosos com 80 anos ou mais. Revista Brasileira de Ortopedia, v. 48, n. 6, p. 512-518, 2013.

SOUZA, A. C. Relações entre tabagismo e estilo de vida na saúde óssea: revisão integrativa e estudo transversal. São Paulo, 2018. Dissertação (Mestrado Profissional em Promoção da Saúde) – Centro Universitário Adventista de São Paulo, São Paulo, 2018.

SOUZA, A.C.; MIGUEL, A. S.; OLIVEIRA, I. M.; ACEVEDO, M. C. L.; PORTES L. A.; PORTO, E. F.; Perfil da composição corporal e densidade mineral óssea de tabagistas em um centro de referência em reabilitação e assistência à saúde. Lifestyle Journal, v. 5, n. 1, p. 20-40, 2018a.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)