Avaliação da Qualidade da Água da Nascente do Ribeirão das Anhumas (Araraquara-Sp) Através do Estudo dos Macroinvertebrados Aquáticos

Hugo Henrique Lanzi Saulino, Juliano José Corbi, Leandro Carlos Caraccioli

Resumo


Nas últimas décadas, atividades antrópicas como a agricultura, lançamentos de efluentes industriais e domésticos e as áreas urbanas têm sido apontadas como as principais responsáveis pelas alterações e degradação dos ecossistemas aquáticos. Uma das formas de analisar a qualidade da água desses ambientes pode ser realizada por meio do estudo da fauna de macroinvertebrados aquáticos. O presente estudo teve como objetivo analisar a qualidade da água da nascente do ribeirão das Anhumas, através do estudo da comunidade de macroinvertebrados aquáticos. Foram realizadas duas coletas da fauna aquática, uma no mês de fevereiro e outra no mês de outubro de 2008. Foram escolhidos três trechos do córrego, onde se coletou duas amostras em cada trecho, totalizando 12 amostras. No total, foram coletadas 35 famílias de macroinvertebrados, totalizando 644 indivíduos. A família Chironomidae foi dominante, com aproximadamente 57% do total dos espécimes coletados. As métricas de avaliação da qualidade ambiental utilizando os macroinvertebrados apontaram para um bom estado de conservação da área de nascente do ribeirão das Anhumas, uma vez que foram encontradas uma alta riqueza de famílias e alta porcentagem de Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera – EPT, em comparação com córregos de características semelhantes próximos a Araraquara. Os resultados apontam para a importância da conservação dessa área como referência de qualidade da água para a região de Araraquara.

Palavras-chave


Macroinvertebrados bentônicos; Córregos; Métricas de avaliação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2011.v14i1.92

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340