AVALIAÇÃO DO EFEITO DO ESTERÓIDE ANABÓLICO DECANOATO DE NANDROLONA NA MORFOLOGIA DO OVÁRIO DE RATAS ADULTAS

Larissa Balbino Zanarotti, Maria Helena Simões Jorge, Ana Rosa Crisci

Resumo


Altas doses de esteróides anabólicos androgênicos são utilizadas, sem indicação terapêutica, por indivíduos que visam aumentar a força muscular e/ou melhorar a aparência física. Entretanto, os efeitos benéficos dessas substâncias no desenvolvimento atlético são questionáveis. Além disso, sabe-se que  esses esteroides podem ter muitos efeitos colaterais. Este estudo teve por objetivo analisar a morfologia dos ovários de ratas, diante da administração do esteróide anabólico decanoato de nandrolona. Para isto, foram utilizadas 8 ratas Wistar adultas, divididas equitativamente em dois grupos: controle e experimental. Os animais do grupo experimental receberam por seis semanas consecutivas injeção intramuscular de 6 mg/kg de decanoato de nandrolona (Deca-Durabolin®). Os animais do grupo controle receberam injeção intramuscular de solução salina (0,9%). Seis horas antes da eutanásia os animais receberam injeção intramuscular de colchicina (0,10mg/100g do peso) para a visualização das mitoses.  Após a eutanásia foram retiradas as gônadas para a análise histológica em microscopia de luz. Os dados obtidos demonstraram que houve um aumento significante da massa corpórea nos animais do grupo experimental. Para estudo morfométrico, os cortes histológicos foram observados e analisados por meio de programa IS CAPTURE IMAGING APPLICATION, CÂMERATUCSEN USB 2.0 H SERIES, que mostraram aumento na espessura da camada da granulosa, no número de células do cumulus oophorus , bem como o aumento no número de células em metáfase. Além disso, núcleos picnóticos foram observados no interior do antro folicular. Os resultados obtidos neste estudo sugeriram que o tratamento androgênico possa alterar o desenvolvimento e a estrutura de folículos ovarianos.


Palavras-chave


Esteróide anabólico androgênico; Decanoato de Nandrolona; Morfologia dos ovários

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2017.v20i1.479

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340