Avaliação da qualidade microbiológica de quibes crus comercializados na cidade de Uberlândia/MG

Main Article Content

Poliana Ribeiro de Carvalho
Lícia Ludendorff Queiroz
Lizandra Ferreira de Almeida Borges
Helisângela de Almeida Silva
Camilla Augusta Machado

Resumo

A segurança alimentar é de fundamental importância para a não disseminação de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs) e como as preparações de quibe cru exigem grande manipulação, isto favorece a sua contaminação. O objetivo deste trabalho foi avaliar as condições microbiológicas de preparações de quibe cru, prontas para o consumo, na cidade de Uberlândia/MG. Em 10 amostras de quibe cru foram avaliadas a contagem total de microrganismos mesófilos, coliformes totais e termotolerantes, avaliação da presença de Staphylococcus coagulase positiva e Salmonella spp., e identificação de outros membros de família Enterobacteriaceae. Foram encontradas 40% das amostras apresentando contaminação por coliformes termotolerantes, com valores acima do preconizado pela RDC 12/2001. Não foi encontrado Staphylococcus coagulase positiva em nenhuma das amostras e 30% estavam contaminadas por Salmonella spp., sendo assim 60% eram inapropriadas para consumo. Em 10 amostras analisadas foram isoladas 20 colônias com características fenotípicas diferentes, nestas os principais gêneros encontrados foram Klebsiella, Enterobacter e Serratia liquefaciens. Das dez amostras dos estabelecimentos avaliados 80% apresentaram a presença de Hafnia alvei. Estes achados evidenciam riscos à segurança alimentar e a saúde pública sendo necessária a urgência na melhoria de boas práticas de manipulação, na tentativa de controlar os pontos críticos na preparação deste alimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Carvalho, P. R. de, Queiroz, L. L., Borges, L. F. de A., Silva, H. de A., & Machado, C. A. (2018). Avaliação da qualidade microbiológica de quibes crus comercializados na cidade de Uberlândia/MG. Revista Brasileira Multidisciplinar, 21(1), 65-71. https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2018.v21i1.578
Seção
Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)