A prática da ortodontia na rede pública de saúde - uma revisão da literatura

Vanessa Leal Tavares Barbosa, Alexandre José Pierini, Zildo Gallo

Resumo


Nos últimos anos, as pesquisas epidemiológicas em saúde bucal, vem demonstrando a diminuição  da prevalência de cáries e das doenças periodontais e o crescente número de   problemas de má oclusão dentária. Estes resultados exibem uma transformação epidemiológica da saúde bucal e por isso torna-se necessária uma maior atenção em relação aos problemas de oclusão, a fim de viabilizar a incorporação de procedimentos ortodônticos pelo setor público de saúde. Este artigo faz uma revisão da literatura sobre histórico da saúde bucal no Brasil desde a implantação do SUS, a epidemiologia das más oclusões e como está a oferta de tratamentos ortodônticos na rede pública,  utilizando –se os descritores: “oclusão dentária e qualidade de vida”, “oclusão dentária e saúde publica”, “ má oclusão e saúde publica”, “malocusão e saúde pública”, “ saúde bucal”, “ acesso `a ortodontia”, “ políticas públicas em ortodontia”, “ortodontia preventiva”, buscando nas plataformas Science Direct e do Scielo ,artigos e teses, entre os anos de 2000 e 2017 nos  idiomas, português e inglês. O objetivo principal desta revisão da literatura é argumentar e justificar a importância do diagnóstico das más oclusões para a prevenção de problemas ortodônticos, além de contextualizar a necessidade da ampliação e/ou implementação do atendimento em Ortodontia nos serviços públicos de saúde, uma vez que as más oclusões e suas consequências, já se configuram como problemas de saúde pública.


Palavras-chave


Ortodontia; saúde pública; saúde bucal; oclusão dentária; inclusão; má oclusão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25061/2527-2675/ReBraM/2018.v21i1.581

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM (e-ISSN: 2527-2675)

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340